O Capim Dourado

image

Havia uma senhora conhecida como Tia Agda que morava em Mateiros. Ela começou a fazer uns potes usando o Capim Dourado que abundava as veredas do Jalapão. Eram potes bonitos que ela não fazia para vender, mas para uso próprio. Depois passou a fazer chapéus que eram comprados por pilotos de avião que pousavam em Mateiros, muitos compravam mais para ajudar aquela senhora.

O tempo foi passando, algumas pessoas descobrindo esse tipo de artesanato e começaram a surgir pedidos. As pessoas começaram a aprender o artesanato. Sua irmã que vivia no Quilombo Mumbuca ensinou sua filha, a Dona Miuda e a técnica foi passando de geração para geração. Hoje centenas de pessoas vivem do artesanato do Capim Dourado que traz sustento a muitas pessoas da região do Jalapão.

image

O Capim Dourado não é exclusividade do Jalapão, pode ser encontrado em Minas, na Bahia, Piauí, mas seu artesanato nasceu aqui.

Essa história foi contada por vários personagens que encontrei em Mateiros, aproveitei o apoio que o pessoal da Pousada Buriti esta me dando e passei mais um dia na cidade para saber mais sobre o Jalapão e do Capim Dourado.

image

Um dos personagens é o senhor Otalício que produz e revende grande quantidade de peças artesanais. Segundo ele envia encomendas até para a França.

image

Outra personagem é a Dona Gildete, indicada pelo próprio Otalício, a encontrei com a mão na massa, ao lado de um ramalhão de Capim Dourado. Ela diz que aprendeu tudo sozinha, artesã de mão cheia. Queria comprar um chapéu pois vou chegar com ele na cabeça em São Paulo e a dona Gildete me mostrou um feito por ela.

image

Depois de muita choradeira consegui comprar um por um preço muito abaixo do seu real valor, mas tenho certeza que quem vier para cá, influenciado pelo Blog vai compensar o seu prejuízo.

image

Agora é me despedir de Mateiros e começar a contagem regressiva para São Paulo. Até Breve.

9 thoughts on “O Capim Dourado

  1. Thania Monteiro

    Gostaria de saber onde posso comprar o pinguim de capim dourado.
    Por favor envie resposta para meu email, urgente.
    Obrigada
    Thania Monteiro

  2. Magda

    Acho lindo lindo esse trabalho. Tenho muita vontade de ir ao Jalapão para ver os campos de capim dourado e as cachoeiras. Procurei as peças em São Paulo, mas sempre achei bem caro. Depois de muito procurar, me indicaram uma lojinha que fica denro de uma galeria na Av. Jabaquara em São Paulo que tem muita coisa ( colares, brincos, vasos, mandalas) em capim dourado e finalmente a preços acessíveis. Fica a dica. O site deles é http://www.capimdouradoonline.com.br

    1. Carolina

      Obrigada pela dica. Encontrei facilmente a loja, pertinho do metro praça da arvore, e realmente a variedade é grande e a beleza E acabamento perfeito.
      Fiquei realmente maravilhada!
      valeu a dica!

  3. Etiene

    voce cometeu digamos que uma certa gafe rsrs,o capim dourado podeser encontrado em outro lugar apenas já confeccionado em peças,pois o capim mesmo é exclusivo sim da região do jalapãp pelo fato de ser nativo ou seja nao nasce em nenhum outro lugar!!
    Obrigada!

    1. bicicreteiro

      Não cometi nenhuma gafe não. A informação de que o Capim Dourado pode ser encontrado em outros lugares foi me passada por uma bióloga que trabalha no Parque do Jalapão. Segundo ela o Capim Dourado pode ser encontrado em Minas, Goiás e Brasília, mais comum em veredas. Apesar de não ser jornalista de formação, tenho como praxe me informar bem antes de escrever qualquer informação no meu blog. Abs.

  4. Guth

    Chapéu sensacional!

    Eu trouxe daí uma mandala de capim-dourado, que fica na minha cabeceira.

    Comprei da senhora que há pouco faleceu (uma das precursoras do artesanato de capim-dourado).

    Abs!
    Guth

  5. Juliane Vitor

    Bom dia André. Lindo ver o trabalho desta gente né? admiro bastante. Um dia compro um chapéu para mim também rs. Contagem regressiva para voltar para cá! Boa viagem. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *