Próximo desafio: Transoceânica

E já tem data! No dia 26 de maio de 2011, corrigindo, já desisti de realizar a viagem nessa data, pois quero aproveitar a viagem para divulgar o meu livro, como dificilmente ele estará pronto até essa data, resolvi adiar. Ela deve ocorrer em junho ou julho, quando tiver a data informo por aqui.

A idéia é seguir de avião até Rio Branco, no Acre e de lá sigo por uma jornada de aproximadamente 1000 quilômetros onde pedalarei até a cidade de Cuzco no Peru, sendo que o ponto máximo da viagem será a cidade perdida dos Incas, Machu Picchu.

Os desafios dessa viagem será encarar cerca de 800 quilômetros de Floresta Amazônica e depois cruzar a Cordilheira dos Andes pedalando a quase 5 mil metros de altitude, sem dúvida um dos maiores desafios da minha vida. Como será pedalar na altitude sem aclimatação? Isso saberei daqui a a alguns meses.

O anúncio oficial da próxima aventura foi feita durante a primeira palestra do Projeto Biomas, nesse domingo, dia 03 de abril de 2011, que ocorreu no auditório do Centro Olímpico do Ibirapuera.

Agora preciso me concentrar no trabalho, que é terminar de escrever meu livro para saber exatamente quando farei a viagem. Como será a preparação para a aventura? Como preparar a bike, o que levar, como encarar o frio da cordilheira. Cada novo passo e novidades sobre essa nova aventura irei dividir com vocês aqui no Blog.

E para encerrar, quero agradecer a todos que compareceram no Auditório do Centro Olímpico, (principalmente a Secretaria de Esportes que cedeu o espaço). Essa palestra serviu como um teste para eu poder preparar uma palestra final, mais curta e dinâmica. E caso alguém tenha interesse de levar essa palestra a algum lugar, entre em contato pelo bicicreteiro@gmail.com, pois terei o maior prazer de levá-la ao maior número de pessoas interessadas.

Será minha primeira viagem de bicicleta fora do Brasil. E que venha a Cordilheira!

6 thoughts on “Próximo desafio: Transoceânica

  1. celso

    Acordei um dia destes com este desejo de cruzar a transoceânica de bike,pretendo levar isso a diante…quem sabe ainda trocamos experiências…no momento só tenho a minha bike e muita vontade, mas temos que partir de algum inicio não é…então boa sorte…

  2. Pedro Miani

    Já faz algum tempo que eu deixei uma resposta para um post seu, mas que fique claro, nunca parei de acompanhar!
    Sinceramente, estou ansioso por essa sua viagem. Eu tenho um espirito um pouco aventureiro mas ainda não me estabilizei totalmente a ponto de viajar dessa forma.
    Espero que corra tudo bem na viagem e que você possa colocar fotos muito lindas aqui no blog.
    Abraços!

  3. arturvieira

    show de rodas!!! isso vai ser um trecho de minha viagem do ano que vem mas vou percorrer no sentido contrario….já percorri de carro este trajeto que tu vai fazer e é demais sentir a transição de estar ”acabando” a floresta até não ter mais plantas e chegar no trecho mais alto daquela estrada que esta a quase 4800m. tu vai ver uma parte linda da cordilheira. se prepare pq a subida é CASCA GROSSA. deve pegar temperatura negativa durante a noite mas o amanhecer paga qual quer sofrimento. cuidado com os caminhões. annn um lance ligado ao projeto biomas…quando eu estive em 2007 na região a parte da Amazônia peruana não tinha quase uma árvore caída….já na parte do acre tudo pasto….algumas cidades do acre são cobertas de ciclovia e carros não avançam nela…show!!

  4. sandre

    em agosto de 2010 um amigo russo que conheci num intercâmbio que havia feito anos antes, chegou de surpresa em são paulo. me telefonou do terminal barra funda pra ir buscá-lo. estava ele lá com uma bike na mão. ele estava morando em cuzco e decidiu montar uma bike por lá e fez esse trajeto que vc está planejando. detalhe: foi assim que ele começou a andar de bike. mas de rio branco ele veio pra sp de ônibus. aqui no brasil ele foi pra tudo quanto é canto de bicicleta. foi aí que comecei a andar também. essa viagem, mesmo que nunca a tenha feito, foi inspiradora. boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *