Uma bicicleta urbana de verdade?

banner5Dbm

Em 2010 fui convidado para uma pesquisa que uma empresa de desenvolvimento de produtos chama de “Entrevista com especialista”. Na entrevista fizeram diversas perguntas sobre os desejos de um ciclista urbano e ao final me apresentaram três protótipos de bicicletas, duas aro 700 e uma aro 26. Nenhuma das bicicletas tinha os desenhos de MTB, todas tinham características urbanas.

Fiz minhas considerações, falei da importância em se atentar em detalhes que farão a diferença para o ciclista urbano, como paralamas, bagageiros, cestas de guidão, quadro com cano central rebaixado que facilitam a vida do ciclista ao subir na bike e principalmente em relação a postura do ciclista que deve ser mais ereta buscando o conforto e não inclinada como nas MTBs e Estradeiras que buscam o desempenho.

Perguntei quem estava produzindo a bicicleta, mas o máximo que puderam dizer foi o nome de três empresas, uma delas a Tito Bikes do Antonio Caloi (também conhecido como Tito Caloi), que ela seria vendida em Supermercados, na faixa de 600 reais.

Semanas atrás recebi um link através das redes sociais de uma bicicleta Taek, marca do Pão de Açucar e quando abro o link, não era praticamente a mesma bicicleta que eu havia feito a pesquisa?

Pelas fotos deu para ver que era praticamente a mesma bicicleta que eu avaliei, com bancos e manoplas de couro, paralamas, aparentemente tinha furação para bagageiro e uma informação que já imaginava equivocada, que os pneus eram aro 27 e não 700 como a que eu avaliei. Então fui até um Extra conhecer a magrela e fazer minhas considerações.

O Preço – R$849,90

Quando acessei o site pela primeira vez, havia um link para a loja do Extra e ela estava sendo vendida por R$699,00, mas atualmente ela está indisponível no site. Já na loja física o preço é R$849,90. Apesar de mais caro ainda considero um preço justo, principalmente se compararmos com as opções que temos no mercado.

Última atualização, (24/10/2011) uma bicicleta praticamente idêntica, com pequenas mudanças e mais barata está sendo vendida na Centauro é a Tito Urban 700 por R$749,00. Essa tem aro aero, banco diferente mas não vem com paralamas, que podem variar entre R$25,00 e R$120,00, aí é a gosto do cliente.

Qualidade e componentes

Quadro é de alumínio, vem com cambio Tourney, não é da linha top da Shimano mas tem qualidade.  O freio não é top, mas também não compromete. Conjunto coroa e pe-de-vela também não são tops, pode ter uma vida curta nos pés de ciclistas que pedalam de forma mais agressiva, mas essa é uma bicicleta urbana, onde o desempenho e velocidade não é a prioridade, portanto atende bem o público alvo.

Detalhes importantes em uma bicicleta urbana

Paralamas: Bicicleta urbana tem que ter paralamas, não só para o ciclista que pedala na chuva, mas para pedalarmos depois de uma chuva, passar por aquela poça ou sujeira na pista mesmo em dias secos. Muito pior do que a água que vem de cima é aquela que vem de baixo, tanto é que assim que começamos a pedalar com mais regularidade, a primeira coisa que instalamos na bike são bons paralamas.

Instalar um paralama em uma bicicleta de MTB é complicado devido a sua geometria e até porque uma MTB não pode ter um paralama muito envolvente, pois numa situação de lama (para qual essa bicicleta é originalmente produzida) o barro fica preso entre o paralamas e o pneu, travando a roda.

Há outras bicicletas ditas urbanas no mercado, como exemplo a Easy Rider da Caloi, mas a dificuldade para se colocar um paralama nela é tamanha que é necessário trocar o câmbio da coroa só para poder instalá-lo.

Desenho do quadro: Bicicleta urbana precisa de conforto, praticidade e não de desempenho. O ciclista tem que ficar com o tronco mais na vertical possível e não na horizontal para ter menos resistência do ar. O quadro com cano superior rebaixado facilita o uso de roupas mais casuais, o ciclista entra de frente na bicicleta e não jogando a perna para o ar como se fosse subir num cavalo. Mulheres de vestido agradecem.

Furação para bagageiros: Um bagageiro bom é caro, custa cerca de 100 reais, mais de 10% do valor dessa bicicleta por exemplo. As grandes fábricas de bicicleta alegam que não entregam de fábrica as bicicletas com bagageiros e paralamas pois seu preço aumenta de forma considerável. Já que ela não vai sair com bagageiro, no mínimo que ela já venha com a furação para parafusarmos no quadro.

Algo simples que sempre imploramos para as fabricantes nacionais de bicicleta e raramente somos atendidos. Agora se você for comprar qualquer bicicleta importada, até mesmo as MTBs, as chances delas virem com a furação são enormes.

Considerações finais

No conjunto é uma boa bicicleta e apesar de terem aumentado o preço, ainda está num valor justo. A bicicleta que mais se aproxima dela é a Easy Rider da Caloi que tem como preço sugerido R$1.099,00.

A Easy Rider tem suspensão, já a Taek não tem, mas como estamos falando de uma bicicleta urbana, onde ela vai andar basicamente em asfalto, não vejo necessidade de suspensão. Tanto é que assim que as suspensões das minhas bicicletas perdem o efeito, eu troco por um garfo de alumínio, mais leves e com uma vida útil bem maior.

Outro detalhe, no site está dizendo que a bicicleta é aro 27 mas não é. Essa é uma bicicleta com aro 700, isso é algo relevante, aros 27 são maiores que as aros 700 e raros de serem encontrados. Já as bicicletas com aro 700 (maiores que as 26 e ideais para o uso urbano) são mais comuns e bem mais fácil de encontrar no mercado.

Considero uma excelente bicicleta para aqueles que estão começando no mundo das magrelas, um bom preço e boa qualidade. Posso dizer que é a bike mais urbana de fabricação nacional que há no mercado. Por trás dela se esconde a marca Tito Caloi, no mínimo algum conhecimento do mercado podemos dizer que há.

Precisamos de concorrência para a bicicleta crescer, no mundo das bikes, o mercado direcionado as urbanas é maior do que todos os demais seguimentos juntos. Eu considero a melhor porta de entrada para o mundo da bike, o ciclista começa usando a bike para pequenos deslocamentos e como lazer, até ser contaminado pelo vírus da bike, aí sim ele vai para trilhas, estradas, cicloviagens e bicicletas com maior valor agregado.

Já adianto, não estou ganhando ($) nada por esse artigo, minha principal motivação nunca foi dinheiro e agora não será diferente. Observei uma dúvida geral sobre essa novidade e vislumbrei uma excelente possibilidade de ver cada vez mais ciclistas nas ruas, por isso escrevi esse post. Espero que essa novidade aqueça o mercado das bicicletas urbanas no Brasil, considero até algo ousado e que vai chamar atenção das grandes fábricas nacionais reforçando a importância delas terem em seu portfólio uma linha urbana de verdade, da mesma forma que encontramos nas grandes marcas mundiais.

André Pasqualini

banner5Dbm

Veja mais fotos da bicicleta na página do Bicicreteiro no Facebook.

224 comentários

    • Testei uma vez essa bike e não gostei, não usaria nos meus pedais mais pesados, não senti segurança, mas até onde eu vi, ela passou numa boa pelos mesmos testes que as demais. Mas eu iria para as Mission, se você for de São Paulo, dá uma olhada nas bikes que estou vendendo para o pessoal que vai participar do Desafio Bicicletas ao Mar (clica no banner ao lado ou no link da página do Desafio que você vai para a loja), eu acho qualquer uma delas bem mais confiáveis que a Suv.

  1. Olá estou interessado em comprar uma bike urbana pra minha esposa ea duvida ficou entre a taeq e tito urban 700 os valores entre ela é de apenas 100 reais mais qual das duas você me recomendaria ? qual melhor custo beneficio ?

    • As duas são praticamente a mesma bike, só tem alguns detalhes entre elas, pequenos detalhes a diferenciam, a Urban Premium vem com suspensão e isso é uma vantagem para quem mora em lugarem com asfalto mais detonado.

  2. Olá André!! eu e meu marido estamos querendo comprar uma bike com finalidade de se exercitar. Vamos pedalar todos os dias no final da tarde, em ruas de asfalto e as vezes até em estrada de terra. Gostamos das seguintes bikes: para ele Caloi T-Type, e para mim Caloi HTX feminina. Custo aproximado das duas bikes R$ 2.100,00. O que vc acha desses modelos? Vai atender as nossas necessidades? Não estamos dispostos a gastar mais do que isso pela aquisição. Fico no aguardo da sua dica. Obrigada.

    • Não gosto de Calois, de um tempo para cá, principalmente essa linha mais básica, vem perdendo muito em qualidade, se fosse investir numa Caloi teria que ser da linha Elite, mas pra investir mais de dois mil reais numa bicicleta tem outras concorrentes (Como Giant ou Specialized) que dão um banho em qualquer uma da linha elite. Caloi T-Type é como um jipe, te dá duas alegrias, uma quando você compra e outra quando você vende. Ela parece bonita, só isso, mas é pesada, não tem boa ergonomia e se seu marido for alto, essa bicicleta vai ficar pequena pra ele.

      Antes de comprar uma bicicleta você tem que que saber qual o tamanho do quadro ideal para você, para isso você tem que medir o tamanho do seu cavalo, que é a medida da sua perna a partir da virilha até o chão. Uma dica para tirar essa medida, vá até a parede, sem tênis, coloque um livro entre suas pernas e meça a distância da parte alta do livro até o chão. Com essa medida em cms, você consegue saber qual o tamanho do seu quadro usando a tabela desse link.

      http://www.ondepedalar.com/files.php?file=tabela_quadro_810449865.jpg

      Sabendo o tamanho do quadro ideal para você, procure uma bicicleta, lembrando que se sua medida for 16 e o modelo de bicicleta que você escolheu só tem opções 15 e 17, escolha a 17, nunca a de tamanho menor.

      Como sugestão de bicicleta eu indico alguma da linha MTB da tito nesse link aqui:

      http://www.titobikes.com.br/mountainbike

      Aqui ele tem 3 opções, aros 26, 27,5 e 29. Tire suas medidas de quadro e respondam por aqui mesmo qual foi o resultado e o tamanho de vocês, daí eu dou a sugestão de qual modelo de aro é melhor para vocês, levando em conta que o melhor de todos é o 29, mas essa bicicleta só ficará bem se vocês tiverem mais de 1,65 e no mínimo uns 70 de cavalo. Do contrário uma boa sugestão é partir para a 27,5.

      • Bom dia André!! Tenho 1,66 e a medida do cavalo deu 74cm. Ontem fomos a uma loja Centauro meu marido acabou comprando uma bike da marca Soul pra ele, pois tbm disseram que a T-Type da Caloi era pequena pela altura dele que é de 1,80m. Não lembro o modelo que ele comprou, mas tem componentes Shimano, e aro 26, depois vejo o modelo pra te falar. Eu não comprei a minha, queria saber sua opinião. Lá me disseram que a GT Laguna feminina seria uma boa compra para a finalidade que tenho.O custo dessa bike é de R$ 1.290,00, Quanto as calois que vi (Caloi 500 e a Caloi HTX feminina) disseram ter qualidade inferior a GT. O que me diz, essa GT é uma boa bike? Tem outra sugestão? Ah tbm me mostraram bikes da marca Oxer que é uma marca da própria Centauro, mas quem fabrica é a SOUL. No aguardo de sua ajuda. Obrigada.

      • Desculpe André o custo da GT é de R$ 1.226,00. E essa Tito Urban premium é grande pra mim? o custo dela é de R$ 1.200,00. Obrigada.

      • Ah só mais uma informação, rss… A bike OXER que te falei é a Oxer XR110 – Quadro em Alumínio – 2013, custo de R$ 900,00 na promoção.

      • Fran, seu quadro é 15, portanto sempre que for comprar uma bike você tem que procurar esse tamanho, ou 15 ou 16, nunca menor que isso.

        Vi essa Oxer e não gostei, até porque é 26, eu sugiro que você compre uma bicicleta aro 29, essa é a tendência e no futuro não haverá mais bicicletas MTBs 26. O bom da 29 é que você pode colocar um pneu de Aro 700 e ela vira uma urbana. Dá uma olhada nessa bike aqui do link:

        http://www.titobikes.com.br/mountainbike/aro29er

        Será essa a bicicleta que vou comprar para minha mulher. Aliás, se você for de São Paulo te dou uma dica. Devo lançar o 5º Desafio Bicicletas ao Mar essa semana e vou conseguir vender as bikes da Tito com umas condições bem especiais, o único problema é que a bicicleta só será entregue no dia 04 de maio. Mas isso se você for de São Paulo e tiver a intenção de participar do Desafio, se não for o caso acho melhor ver essa bike aí e fazer sua escolha, sabendo que a bicicleta mais simples é melhor que essa Oxer que você quanto mais cara a bicicleta melhor ela será.

        Abs

    • Oi André, Estive lendo seu blog e gostaria de sua ajuda.
      Me mudei para uma vila onde não tem asfalto e o terreno é arenoso (São Gonçalo do Rio das Pedras) região do Serro MG. Aposentei o carro e quero começar a pedalar.
      Verifiquei que as bikes urbanas tem pneus finos, o que , se entendi direito não é bom na areia, quero uma bicicleta com o designer estilo a caloi konstans, achei a oxer style e a soul flow, qual seria melhor?
      Também lí que se trava a suspensão na areia, seria melhor não ter?
      Tenho 158cm de altura e o cavalo 70cm,desde já te agradeço se puder me dar algumas indicações.

      • Oi Vania, aonde você mora pode esquecer as bicicletas com design urbano (essas dai que você citou) elas são indicadas para asfalto, na terra elas já são ruins, imagina em terrenos mais arenosos. Sua bicicleta tem que ser uma MTB e com pneus de cravo com largura mínima de 2,25 (essas medidas estão no pneu).

        Seu tamanho precisaria ser uma bicicleta com quadro 15 no máximo, nem adianta tentar uma bike aro 29, para você o melhor mesmo é investir numa 26 mesmo. Minha sugestão é que você comprasse uma MTB com quadro 15, dá uma olhada nesse site http://www.ciclourbano.com.br, veja se encontra uma Specialized Myka feminina. O fato de ser feminina significa que o quadro é mais rebaixado e isso facilita e muito a vida das mulheres. Se não tiver essa bike no site, mande um email para eles e perguntem sobre uma Myka tamanho 15, pois tenho certeza que eles tem.

        Com essa bike, você poderá colocar um bagageiro e até mesmo uns paralamas, eles inclusive podem te vender uma bicicleta com tudo isso instalado. Pelo seu tamanho, não é bom comprar uma bicicleta pelo preço simplesmente, você precisa atentar a alguns detalhes, do contrário vai acabar jogando dinheiro fora.

        Boa sorte.

        André

  3. ola André , estou querendo começar a pedalar ….qual bike você me indicaria? Aqui perto de casa existe bastante ladeiras , estou na dúvida entre a caloi 500 ou a caloi Easy rider.

    Sabe me informar qual o melhor site para fazer compras e com um desconto bom?
    Obrigado

    • Eu acho a Tito Urban Premium melhor que essas todas. Dá uma pesquisada nessa bike no buscapé, você pode encontrar um preço muito bom

  4. Oi, estou procurando uma bicicleta para passear sozinha e com meus filhos. Sou baixinha, 1,58m. Tenho um fiho de 1 ano e outro de 3 anos, portanto precisarei instalar cadeirinha dianteira e traseira, mas não ao mesmo tempo. Gostei muito do modelo Konstanz da Caloi. também gostei da Easy rider. O que você aconselharia? Nesses modelos tem como instalar os dois tipos de cadeirinha?

    • Nenhuma das duas bicicletas vem com furação para bagageiro e você irá apanhar muito para colocar a cadeirinha. Minha sugestão seria a Tito, mas o problema é o tamanho do quadro ideal para você. Para descobrir isso faça o seguinte, meça o tamanho do seu cavalo que é a distância da sola do seu pé até a virilha (medindo pelo lado de dentro da perna). Pegue essa medida em centímetros e execute a seguinte fórmula:

      cavalo/2,54 – 14 = Tamanho do quadro.

      Essa Tito tem tamanho 18, se essa conta acima der até 16 até que dá para encarar, mas o ideal é você comprar um quadro do tamanho dessa conta.

      André

      • Olá André, muito legal seu blog e as orientações que você deu.
        Abusando um pouco, ganhei uma caloi100 e quero colocar paralama, sabe me indicar qual paralama procurar? Caso conheça quem venda agradeço.
        Abc
        Carolina

      • Oi Carolina, essas Calois são péssimas para colocar paralamas, eu sugiro que você vá nessas bicicletarias de bairros (essas mais simples) pois os mecanicos são mais acostumados a realizarem “gambiarras”, mesmo assim será difícil instalar. Abs

  5. Olá André!
    Estou adorando o blog. Queria pedir uma ajuda aqui…eu como tantos outros que já comentaram, vou começar a andar de bike…a principio pelo bairro e enfim, depois gostaria sinceramente de me aventurar pela cidade.
    Você poderia me dar uma opinião?
    Estou na dúvida entre a Tito Urban Premium e a Aro 26 Blitz Confort Style.
    Me parece que elas não possuem marcha. Você acredita que isso pode ser um problema na cidade? Sabendo que temos várias subidas aqui em São Paulo.

    Se puder me ajudar vou agradecer a gentileza!!

    • Sou suspeito, eu tenho uma Tito Urban Premium e estou adorando e sem falar que não gosto de bicicletas aro 26 para uso urbano. Essa Blitz pode até ser mais confortável e de melhor dirigibilidade no início, mas depois que você pegar a prática, vai acabar dando preferência as aros 700 (como a Tito) que rendem muito mais.

  6. Olá, gostaria de um auxílio na escolha de uma bike para usar no Rio basicamente para passeios, que possa colocar cadeirinha para criança que pesa 20kg no bagageiro e que tenha um valor de R$1.200 em média. Tenho 1,70. Gosto muito dos modelos retrôs mas não quero escolher pela beleza. Agradeço sua ajuda.

  7. André, muito obrigada pelo toque. Moro em Belo Horizonte, MG.
    Eu não sei nada de bicicleta e gostaria muito na verdade mesmo é que me fale qual bicicleta devo comprar. Se possível, tipo assim: compre uma bike caloi modelo tal, aro tal…
    André, desculpe, mas indique uma bike para me levando em conta custo benefício. Não posso no momento dispôr de uma quantia considerável.
    Desculpe mais uma vez é que estou perdida. Aguardo e muito obrigada.

  8. Oi André, adorei o blog e gostaria de sua opinião para o meu caso.
    Penso diariamente em comprar uma bike, somente para pedalar a tardinha, mas nunca pedalei, tenho que aprender e além disto pode acontecer que eu venha a ficar com raiva da bike e deixá-la em um canto. Neste caso gostaria de comprar uma de preço baixo e já olhei e pensei na Caloi terra. Tenho 1.62m e 66k. Aguardo sua sugestão. Obrigada.

    • Oi Gisela, a Caloi Terra é muito simples e minha experiência com bikes de baixa qualidade é que elas são mais difíceis de pedalar e que no final das contas acabam desestimulando os novatos a pedalar. O melhor mesmo é investir numa bicicleta um pouco melhor e insistir em aprender. Se você for de São Paulo, apareça nos próximos domingos no Largo da Batata, estamos trabalhando na campanha Bicicletas de Natal, aproveitamos que estamos lá e usamos as próprias bicicletas doadas para ensinar quem quer a pedalar, mais infos nesse link aqui: http://www.osbicicreteiros.org/wp/a-campanha-2013/

      Outra dica é procurar os Bike Anjos que mensalmente eles realizam uma ação para ensinar as pessoas a pedalarem, dá uma pesquisada para ver se tem alguém na sua cidade.

      Abs

  9. André, adorei seu blog, pois ajuda muito quem utiliza bike.
    Gostaria de saber uma coisa, não tenho bicicleta, mas vou comprar uma e utiliza-la na cidade, alem de carregar coisa de faculdade (caso eu passe), ou seja tem que ter uma bagageiro, Então gostaria de saber qual seria a melhor bicicleta pra eu comprar? E detalhe, não tenho muito dinheiro disponível e digamos q sou principiante.

  10. Pingback: Anônimo

  11. Passando aqui apenas para avisar que ainda existem bicicletas Taeq à venda no Extra Vasco da Gama (Salvador, BA). A minha foi comprada lá hoje. O preço continua o mesmo.

  12. Oi André, hoje, depois de ler seu blog, descobri que havia feito uma boa aquisição ao comprar essa bike Taeq (que eu não conhecia!), para voltar a andar de bicicleta.. Embora tenha achado um pouco aquém (R$849,90) das que eu havia orçado : estava entre uma Nirve Classic Gloss Ladies (R$1.980,00), uma Nirve Starliner 7V Vintage (R$2.180,00) ou uma Aro 26 Blitz Confort Comodo com 21 Marchas e Suspensão Dianteira(R$1.300,00)… Confesso que os preços estavam me assustando um pouco.. Achei melhor começar devagar, pois despender um valor significativo em um bem para depois deixá-lo de lado por não ter se adaptado ou o que quer que seja, não faz parte do meu planejamento..
    Assim, pretendo trocar o guidão, pois prefiro os de estilo mais retrô, colocar um bagageiro e uma lanterna daquelas ovais do “tempo do meu avó”.. Penso que assim conseguirei adaptar a Taeq ao que eu esperava de uma bike urbana com estilo retrô..
    Obrigada pelas dicas! Seu blog é “Show de roda” !!
    Rsrsrs..

    SandraMarize

  13. Curti muito a sua matéria, estou a procura de uma bike pra usar pra ir pro estagio e faculdade, usaria ela umas 3 a 4 vezes na semana em um trajeto de no máximo 20 km direto. Alguns amigos meus comprarm a tito urban. Ao procurar ela pra comprar achei a tito urban premium que contem paralamas e suspensão. a diferença de preço gira em torno de R$190, qual valeria mais a pena?? Essa: http://www.centauro.com.br/bicicleta-tito-urban-700-aro-29.html?cupomId=01628cd5-50ea-48cc-8265-462d59450af0&utm_source=BuscapeDesconto&utm_medium=xml&utm_campaign=Comparadores_BuscapeDesconto-Bike-Bicicleta–782102-EZ&origem=BuscapeDesconto

    Ou essa: http://www.centauro.com.br/bicicleta-tito-urban-premium-2013.html

  14. Olá! Bela atitude com o Blog. tenho mais uma dúvida. Estou começando agora a me aventurar nas ruas do Rj. Faço trajetos basicamente da zona sul ao centro para trabalho e faculdade. Gostaria de saber se existem outros modelos de bikes urbanas com as mesmas vantagens que essa para fazer comparação de preço. Além disso, vc me recomenda alguma tranca específica? Tenho medo de roubarem a bike na primeira semana!Além disso como garantir um bom bagageiro por rpeço acessível e que resista a tentativas de arrombamentos?

    Obrigada!

  15. Olá André,
    Parabéns pelo blog, e pela disposição em nos ajudar!
    Depois de muito tempo quero voltar a pedalar, e estou considerando algumas opções. Basicamente, a bike terá uso urbano, então estou achando esta Tito Urban Premium bastante interessante – até porque gosto do estilo dela. Mas tenho 1,90m de altura, e tenho receio de que o quadro 18 dela não seja confortável para mim (na MTB eu utilizaria um quadro 22). O que você acha? É possível adaptá-la para mim, ou devo partir para a montagem de uma maior?
    Muito obrigado,
    Márcio

  16. Olá André,
    Queria comprar uma bike para trabalhar e seu Blog me ajudou muito na escolha. Comprei uma tito bike urban premium com suspensão pela internet, pois onde moro não tinha para vender ( sul fluminense). Mas deu tudo certo, gostei muito da bike é tudo isso mesmo. Mas gostaria de colocar bagageiro para carregar minha filha, você poderia me indicar algum modelo e site? Pois devido ao tamanho das rodas estou com dificuldades para achar bagageiro e cesta.
    Obrigado!

    • Tem dois tipos de bagageiros, os frontais, para crianças de até 13 quilos e os traseiros, o que eu tenho uso com meu filho de 6 anos e 26 quilos, mas vai depender do peso da sua filha. Na Decathlon tem alguns modelos, o problema é que não sei se eles entregam. Me fala o peso e idade da sua filha que dou uma pesquisada num mais adequado para essa bike.

      • Oi andré! Fiz uma pergunta já algum tempo,acima, e acho que vc não viu. Agradeço se puder me dar sua opinião! Abraço!

  17. Ah!!!

    Esqueci de mencionar, no meu comentário acima, que vi também a Caloi Kontanz. Se possível, gostaria que me dissesse se essa também é uma boa opção dentre as que mencionei (tito urban, urbana korat e caloi easy rider)

    Valeu! =)

  18. Oi André. Tudo bom?

    Primeiramente, parabéns pelo blog! Estive procurando informações sobre bicicletas urbanas e encontrei seu post. Achei ótimo.

    Em segundo lugar, após ler seus comentários, gostaria que você me tirasse uma dúvida:

    Estou procurando justamente uma bicicleta urbana, seja para ir trabalhar, seja para andar por aí na cidade grande. Pois bem, entrei no site da Tito e olhei a tito urban premium com suspensão (r$ 1059). Outro dia vi a tal Caloi easy rider na decathlon (por volta de r$ 1100) e descobri também, sem querer, o site de uma que se chama Urbana Korat (a partir de r$ 1790 – 1 velocidade – http://urbanabicicletas.com.br/encomende-a-sua ). Já vi seus comentários sobre as duas primeiras, de modo que fiquei propenso a comprar um Tito Urban mesmo. Gostaria apenas que você me dissesse se conhece essa última e se o preço bem mais salgado se justifica de algum modo. Além disso, gostaria que me dissesse se, atualmente, ainda vale comprar comprar essa Tito em relação às demais do mercado ou se já há algo mais interessante!

    Muito obrigado! Abraço e sucesso com o blog!

  19. Olá André!
    Estou atrás de uma bicicleta Taeq. Você sabe se ela ainda está sendo produzida? Eu não consigo encontrar ela para vender em nenhum Extra…

  20. Boa tarde! Quero começar a andar de bike pra me exercitar. Moro na praia da Pipa-RN. No caso tem asfalto,mas a maior parte é paralelepípedo com alguns morrinhos etc. No meu caso não necessito do bagageiro porque seria apenas para exercícios. Não quero gastar muito,mas também não quero uma ruim. Qual você indica para minhas necessidades?
    Obrigada

    • Depende de quanto você quer gastar, mas dificilmente você comprará uma bicicleta de boa qualidade por menos de 700 reais. Entre no site da Tito Bikes e dê uma olhada nas bikes de lá. Eles entregam em todo o Brasil e eu confio na qualidade das bicicletas dele.

      []s

      André

      • To querendo gastar ate R$1.000,00
        O que vc acha da caloi 500 sw????
        Obrigada!

      • Ultimamente os quadros das Calois estão dando muito problema. Sem falar que essa bike você terá muita dificuldade de instalar paralamas e bagageiro. Dá uma olhada na Tito Urban, é uma bike nessa faixa de preço e bem mais confiável…

  21. Linda essa bike!!! Cada vez mais me apaixono por bicicletas… Meio fácil, prazeroso, econômico e ecológico de se locomover!!! :)

  22. Comprei uma Taeq para ir ao trabalho. Meu trajeto é de 3km.
    Instalei um bagageiro nela e substitui o guidão original por uma guidão de alumínio Promax alto (R$28). Coloquei tb um descanso lateral.

    O que gostei:
    -Passadores e câmbios Shimano Tourney. Mesmo assim vou colocar o kit Shimano Nexus 3 (troca de marcha no cubo) pois não quero ter trabalho de regular os câmbios tradicionais.
    -Quadro prático pra montar/desmontar.
    -Paralamas.
    -Selim de gel é ótimo.
    -Manoplas anatômicas
    -Aros 700c são práticos pois economizam pedaladas no plano.
    -Mesa de ferro de baixa qualidade e pesada. Quando puder vou trocar.

    O que não gostei:
    -Freios de plástico não são eficientes. Vou trocar pois me sinto inseguro com eles.
    -Aros e raios com certeza não vão aguentar meu peso (105kg). Vou trocá-los quando quebrarem, além disso já percebi oxidação em alguns raios.
    -Os pneus chineses não tem boa qualidade (dá pra notar pelo acabamento), mas dá pra usar.
    -Pedevela de plástico e movimento central frágil. Como sou pesado quando pedalo forte percebo que existe um jogo nesses componentes. Vou trocar quando quebrarem.

    Achei cara por R$850. Deveria vir pelo menos com um bagageiro e descanso lateral.

    Se somar o preço das peças que pretendo trocar, valeria mais a pena comprar uma bike mais adequada. Porém fique claro que isso é no meu caso pois sou pesado e mudar algumas peças são necessárias pra deixar a bike mais resistente.

    Pra quem é menos ogro que eu a bicicleta vem praticamente pronta pra uso diário. Basta um descanso e um bagageiro pra ela te levar pra qualquer lugar na cidade.

    • O post tem quase 2 anos e se reparar bem eu não entro em detalhes sobre os componentes e sim pelo fato de termos uma bicicleta urbana vendida em supermercado. E com qualidade infinitamente superior a aquelas Fulls que vemos por aí. Esses pontos citados nesse link considero irrelevantes, espelhos nem eu uso, tanto é que já foi aprovado numa comissão do senado um projeto onde ele não é mais obrigado, projeto não foi votado ainda porque nossos deputados, como sabemos, a maioria não tá a fim de trabalhar.

      Além do mais essa bicicleta é da Tito e não da Taeq que não passa de uma marca (para saber a diferença entre eles veja esse link http://asbicicletas.wordpress.com/2013/01/17/qual-a-marca-da-sua-bicicleta/) e as novas Urbans já vem com esse guidão regulável, o único ponto negativo citado nessa matéria que pode ter alguma relevância, pois esperar cambio e freios regulados em uma bike de supermercado, só se for naqueles onde o Supermercado tem uma oficina justamente para fazer essas regulagens.

      Pra encerrar, essa Taeq acredito que nem esteja mais a venda, a comparação atual deveria ser com a Tito Urban, aliás em breve irei fazer no meu blog uma avaliação de cada bicicleta da sua linha. Abs

  23. Bom dia, André. Primeiramente, gostaria de dizer que estudei com você no Theodomiro Dias. Quanto tempo, hein? Achei muito legal quando te vi em algum jornal da Globo, falando numa matéria que envolvia bicicletas e isso me fez ver que você é uma referência nesse assunto. Obviamente, não reconheci a sua fisionomia logo de primeira, mas, quando surgiu o seu nome no GC, não tive dúvida. Quanto a isso tudo, parabéns! É muito bom ter o trabalho reconhecido dessa forma e poder viver tantas experiências diferentes por aí. Por coincidência, estava eu a procurar informações a respeito de uma bike da Tito (To Go 26 dobrável) e me deparei com este site, talvez pelas várias menções que você faz nesse artigo àquela marca. Bom, lá estava o André de novo. Parece-me que você conhece bem a linha de bikes desta marca e gostaria de perguntar se você tem informações especificamente sobre a To Go 26. Parece ser uma bicicleta on/off road, mas o sistema de dobra passa a impressão de que ela vai se desmontar se for muito exigida. O que você sabe a respeito dela? Esse sistema de dobra do quadro é confiável? Não se desgasta ou afrouxa com o tempo? Um grande abraço e sucesso pra você!

  24. Olá, estou aqui desesperada procurando que tamanho de bicicleta comprar para mim! Queria uma para usar apenas nos domingos ou para passear..
    Tenho 1,55 e gostei da Caloi 500 16”, mas não sei se cabe para mim.. voce pode me ajudar?

    • Para saber exatamente o tamanho do seu quadro você tem que tirar uma série de medidas e o resultado da sua medição, possivelmente será entre 14 e 15, mas vai depender basicamente do tamanho do seu cavalo (medida da sola do seu pé até a virilha) e nem tanto pela sua altura. Mas acredito que por mais que essa Caloi quadro 16 seja grande para você, ainda estará dentro de uma margem aceitável, meu quadro por exemplo é tamanho 18, mas fiz minha Cicloviagem pelo Brasil com um quadro 20. Em breve pretendo publicar um post onde o pessoal poderá tirar suas medidas e ao menos descobrir o tamanho do seu quadro, primeiro ponto de partida para comprar uma bicicleta.

  25. Há duas semanas pesquiso bikes e cheguei a um impasse…
    Utilizarei para passeios em ciclovias e ruas (em grupo). Talvez depois eu encare ir pro trabalho. E não gostaria de ter que dizer “não” caso um dia surja a oportunidade de fazer uma viagem mais longa (100km, por ex). Pensando nisso, descartei a TITO URBAN (fiz bem?)
    Também preferi a Soul à Caloi com base em garantia e assistência, que dizem ser melhores as da primeira. Então, dentro da Soul, fico em dúvida entre a FLOW, a FLORA e a COPENHAGE. A última é aro 700, que dizem ser melhor pra asfalto… As outras são tipicamente femininas…
    Fiz meu bike fit online… E ficou assim: Cavalo – 76 cm, Braço e Tronco iguais – 55cm, Quadro -16.11″, Selim: 67.11 cm, Top tube + mesa: 59 cm.
    Obrigada desde já…

    • Essas 3 bicicletas que você citou das Soul são bicicletas bem urbanas e não recomendáveis para a prática do Cicloturismo. As hibridas que podem render bem tanto para o Cicloturismo como para uso urbano tem um desenho parecido com as da MTB mas com aro 700. No Desafio Bicicletas ao Mar que organizo é comum alguns ciclistas realizarem o Desafio com bicicletas bem urbanas mas no próximo DBM aparecerem com uma bicicleta para cicloturismo.

      Minha sugestão é que você pesquise um pouco mais, você deve encontrar algumas bicicletas Specialized ou Fuji com essa proposta de cicloturismo numa faixa de 1500 reais. A não ser que você planeje ter duas bicicletas, (o recomendável) uma para uso urbano e outra para a prática do Ciclotur. Mas de todas essas que você citou a que acho mais indicada tanto para o Cicloturismo, como para uso urbano é justamente a Tito Urban. Abs

  26. Olá, o post é antigo mas vi que o campo de comentários ainda está ativo.
    Fiquei apaixonado pelo design da bike Urbana http://urbanabicicletas.com.br/encomende-a-sua
    atualmente tenho uma mtb com grupo alivio 27v e consigo vencer tranquilamente a maioria da subidas de minha cidade, estou interessado no modelo com nexus 3 para deslocamento urbano, queria saber se alguém já testou o desempenho desse grupo e se possivel uma comparação com um grupo de 27v. Até mais.

  27. Oi André !
    Amigo, gostaria de comprar a Tito Urban Premium, esse quadro fica pequeno p mim ? Tenho 1,81 de altura, e cavalo 84.
    Uma alternativa seria a Caloi 700. Estilo não tão urbana, mas me parece confortável com o quadro 19 e aro 700, para rodar sem muitas pretensões na cidade. http://caloi.com.br/bikes/caloi700cinza. O que acha ?
    Quero também uma MTB de qualidade com preço razoável. Escolhi a GT Timberline 1.0, 29r, 2013 http://www.centauro.com.br/bicicleta-gt-timberline-1-0-2013.html?cor=02. O que está “pegando” para fechar a compra, é o tamanho do quadro, M ou L ? Com minhas medidas, qual seria o tamanho correto ?

    Forte abç, e parabéns pelo site.

    • Pedro, você tem praticamente a minha altura e um cavalo um pouco maior (tenho 83). Minha bike tem que ser 18, agora para você acredito que teria que ser no máximo uma 19, mas para saber realmente o seu tamanho deveria fazer um fit. Para comprar uma bike mais simples até vai, mas não aconselharia comprar uma bike mais top nessas lojas. Bike cara, se você não manja muito ainda, compre sempre numa loja de confiança. Pode até sair uns 200 reais mais caro, mas essas lojas te darão um Bike Fit na compra e não te venderão uma bike cara que não seja adequada a você. Dei uma olhada na Caloi 700, me parece boa (vem até com furação) mas estou vendo a todo momento na internet fotos de quadros da Caloi rachados e eu ficaria com um pé atrás.

      Conversei com o Tito Caloi e ele me contou como é o de solda em alumínio, algo que enfraquece o cano próximo da solda o que pode causar essas quebras de quadro, inclusive uma das minhas Calois City Tours (que nem é mais fabricada) teve um problema como esse. Para resolver isso é preciso que o quadro passe por dois processos de tratamentos térmicos, algo que ocorre com as bikes da Tito e não sei se ocorrem com as Calois, provavelmente não pois isso evitaria essas quebras, portanto não recomendo mais as Calois mais básicas. Em breve publico um post só falando sobre isso. Abs

  28. Fala, andré! Adorei o post e a aula nos comentarios! Minha pergunta é se a Tito Teen (aro 24), apenas para passeios na orla, da conta do recado. Considere que tenho 1,58cm, vi no site da Tito que este modelo é indicado para até 1,55… Achei a Tito Urban lindíssima, mas é o dobro do preço e nao sei se compensa o investimento considerando que é uma bike apenas para lazer. Abcs!

    • Vanessa, minha mulher tem menos de 1,50 e pedala uma aro 26 e ainda iremos encontrar uma bicicleta aro 700, nem que eu tenha que ir lá na china achar um quadro do tamanho dela. Com sua altura você conseguiria pedalar até uma aro 700, a Urban 18 será grande para você, mas muito melhor pedalar num quadro um pouco maior que o ideal e corrigir com pequenos ajustes do que num quadro menor que não haverá como ajustá-lo. Vá para essa Tito, pois se você curtir pedalar, logo irá se aventurar em pedais mais longos e a Tito Urban poderá te levar para mais longe. ;)

  29. Olá André.

    Comecei a pedalar de fato na cidade faz uns 2 meses e por dia percorro entre 20 e 30 km (depende do dia).

    A grana aqui em casa tá tensa, então estou adaptando uma Caloi de Aluminio (um pouco antiga) aos pouquinhos, já que não posso comprar uma nova.
    Hoje consegui colocar os paralamas (gastei 16 reais) e um bagageiro que é preso apenas no canote do selim (75 reais).

    Vez ou outra no final de semana pedalo na Floresta Nacional (Flona) aqui em Brasília, mas realmente o maior uso da bike é no asfalto/trabalho.

    Enfim, gostaria de saber o seguinte:
    1) quais as dicas para deixar uma MTB melhor para a cidade.
    2) Outra coisa, esse bagageiro que é preso apenas no canote aguenta legal? Os outros modelos nao davam na bicicleta.
    3) Qual o melhor pneu para o uso tanto na cidade quanto em trilhas no final de semana (manter dois jogos de rodas agora está impossível). Os pneus de uso misto realmente funcionam?

    No mais meus parabéns pelo ótimo blog. Estou aqui quase toda noite lendo as postagens anteriores.
    Um grande abraço.

    • Wesley, tentarei ser direto.

      1) quais as dicas para deixar uma MTB melhor para a cidade.
      Pneus lisos, o Kenda Kwest 1.5 ou 1.25 são recomendáveis, bons e baratos (na Decatlhon custam cerca de 39 reais). Não se esqueça de colocar uma fita anti furo.

      2) Outra coisa, esse bagageiro que é preso apenas no canote aguenta legal? Os outros modelos não davam na bicicleta.
      Quando tinha contato com a Caloi implorava para eles colocarem furação para bagageiro em suas bicicletas, mas nunca fizeram isso. Não sei como está a linha nova deles, mas até as ditas “urbanas” não vem com furação. Suas dobráveis só vem com furação pois são feitas por fábricas na China e lá eles sabem fazer de forma minimamente confiável uma bicicleta urbana. Apenas a Caloi City vem com furação, mas só porque ela vem com bagageiro. A título de comparação, comprei um quadro de uma Giant Talon para minha mulher, um quadro típico MTB, não para uso urbano mas sim para trilha, só que essa bike vem com furação de bagageiro. O dia que todas as bikes da Caloi sairem com furação em seus quadros de fábrica, vou acreditar que algo está realmente mudando nessa empresa.

      Raramente você achará um bagageiro de canote bom e quando encontrar dificilmente ele suportará mais que 6 quilos, minha sugestão é levar sua bicicleta numa bicicletaria razoável e quebrarem a cabeça para instalar um bagageiro na bicicleta. Dá trabalho, mas com muita perseverança acredito que seja possível, nem se for necessário fazer algumas gambiarras. A minha Two Niner da Caloi (que também não tinha furação no quadro para bagageiro) prendi a parte de cima na blocagem e funcionou. Só tive problemas mesmo em baixo com os parafusos quebrados. Para os cicloturistas, que vão ter que carregar muito peso, minha sugestão é procurar um ferreiro para fazer um bagageiro sob medida, mas para uso urbano o melhor mesmo é adaptar.

      3) Qual o melhor pneu para o uso tanto na cidade quanto em trilhas no final de semana (manter dois jogos de rodas agora está impossível). Os pneus de uso misto realmente funcionam?

      Pneus mistos funcionam desde que o terreno esteja seco e sem muitas pedras. Pneus mistos são para estradas de terra onde carros passam sem maiores problemas. Se você se enfiar numa trilha, dependendo da sua habilidade, você pode até conseguir passar sem maiores problemas, conheço vários speedeiros que percorreram a Rota Márcia Prado (com 20 dos seus 100 kms em terra) debaixo de chuva. Claro que sofreram pra cacete mas passaram e recuperaram o terreno quando tiveram que pedalar no asfalto.

      E esqueça essa história de manter dois jogos de roda, isso tudo é preguiça para trocar um pneu? Trocar a roda inteira vai te trazer problemas, pois você teria que ter duas relações. Troque os pneus, com a prática você não perderá mais do que 30 minutos para trocar as duas rodas, o melhor mesmo é ter um jogo de pneus para asfalto e outro para terra e jamais usar pneus de asfalto na terra e principalmente os de terra no asfalto.

      Abs

      • André,

        Simplesmente meus parabéns e obrigado pela paciência e atenção.
        É incrível como uso da bicicleta incentiva o uso de outras pessoas.
        Na escola em que dou aula foi só começar a ir trabalhar de bike, e 2 professores também começaram e agora alguns alunos também estão fazendo.

        Com certeza esse teu blog incentiva muitas outras pessoas.
        Um grande abraço.

        Wesley torres

  30. Oi André,
    Me dá sua opinião!
    Estou em busca de uma bike nova, boa para me locomover na cidade – com paralamas, cobre-corrente, bagageiro, etc. Usei por um tempo uma dobrável, mas o aro pequeno me cansava mais que o normal em distâncias maiores. Desisti dela. Tenho pesquisado algumas com o aro 700 e tenho dúvidas entre a Blitz Comodo, a Caloi Konstanze e essa da Tito que li no seu blog. Acho que dessas 3 a Blitz é a mais completa, mas li em um site de venda de bikes que ela é indicada para pessoas com mais 1,80. Ela vai ser inadequada para a minha altura? Devo optar por outra? Qual você me recomendaria?
    Abraço, Flavia

    • Flávia, das 3 eu compraria a Tito. A bike não precisa necessariamente vir completa, você pode adaptá-la ao seu gosto. Paralamas e bagageiros para a Tito Urban são fáceis de encontrar. Sobre sua altura, não sei essas outras, mas a Tito pode ser boa para você, conheço garotas do seu tamanho que usam essa bicicleta e não se arrependem de tê-la comprado. Dá uma olhada aqui nos posts, tem relatos de algumas mulheres que compraram essa bicicleta e elas podem falar melhor do que eu. Abs

  31. fiquei abismado como o ciclista no BR tá sendo abusado ainda mesmo onde há tanta carência nos transporte coletivo. Como esses paralamas no http://www.ciclourbano.com.br/acessorios/paralamas.html?dir=asc&order=price
    e eu já acho caro os dessas lojas (acho q nem mandam pro BR): http://www.niagaracycle.com/ http://www.mec.ca. Mas comprei uns de preço acessível (4-7usd) no http://www.ebay.ca
    Taí umas ótimas opç se v for jeitoso e souber o idioma:
    http://www.instructables.com/tag/type-id/?sort=none&q=fenders
    e esse é dos melhores:
    http://www.instructables.com/id/Bike-fenders-made-from-water-bottles-and-clothes-h/

  32. André, estou enferrujado, há muito tempo atrás de um volante, mas já tive bicicletas importadas aro até 28, mas agora está difícil comprar uma bike para minha estatura e com quilos a mais. Tenho 1,88m e 110kg e quadro 21 e 22 são quase que raros, em um conjunto BBB, isto é: bom,bonito e barato. Me dê uma dica aí, pois, estou quase comprando a 700mm da caloi. Preciso de uma bike, pra cidade mas…As vezes dar um golopezinho no campo (ruas não asfaltadas).
    Valeu Trajano.

    • Oi Trajano, que bicicleta é essa da Caloi que você quer comprar? Sempre digo que não dá para comprar uma bicicleta confiável por menos de 800 reais. Mesmo assim seria uma bicicleta só para uma coisa, se quiser uma bicicleta que quebre o galho como urbana e que dê para você fazer umas brincadeiras na terra, você terá que pesquisar e comprar algo acima de 1500.

      Vá atrás das 29, elas são versáteis pois você pode colocar um pneuzinho de aro 700 e voar no asfalto. E tem que ver se uma bicicleta 22 é mesmo ideal para você. Minha Two Niner é quadro 20 e eu tenho 1,80 e 84 de cavalo, mesmo assim o meu tamanho correto de quadro é 18. Acho que um 20 pode ser bom para você.

      E procure não economizar muito não, lembre-se que pelo seu tamanho e peso, a bicicleta tem que ser confiável. De nada vai adiantar comprar uma bike barata e depois se arrebentar por aí porque ela não suportou seu peso. Abs

  33. André,
    Voltando a pedalar agora depois de muito tempo…18 anos…
    quero uma bike pra uso urbano e carregar uma pequena de dois anos, tudo sem exageros…rs
    qual a melhor opção: caloi easy rider, tito bike ou teaq?
    aguardo retorno…

    • Fuja da Easy Rider. Já a Taeq e a Tito Urban são a mesma bicicleta, o que muda são as cores. Sugiro a Tito Urban Prêmium, é 100 reais mais cara mas vem com componentes melhores. Uma ótima bicicleta de entrada para o mundo do pedal.

  34. Olá Bicicreteiro, adorei o seu blog. Vou comprar minha primeira bicicleta para andar em parques e eventuais passeios com outros ciclistas, o que você acha desta bicicleta abaixo em comparação com a Tito que você mencionou? Qual seria melhor custo benefício para mim? Eu não sei nem o que é pedivela triplo que muito se fala, então preciso muito da ajuda de alguém que entenda do assunto.
    Obrigada.
    Abraços,
    Carol

    Bicicleta Mormaii, 21 marchas, Aro 26, Suspensão dianteira, Freios V-Brake Alumínio, Pedivela Triplo, Rodas em alumínio – Bech Way Pro Conforto
    Dimensões Aproximadas do Produto
    Bicicleta Mormaii, 21 Marchas, Aro 26, Suspensão Dianteira, Freios V-Brake Alumínio, Pedivela Triplo, Rodas em Alumínio – Bech Way Pro Conforto
    Altura: 1,06 m
    Largura: 77,00 cm
    Profundidade: 1,75 m
    Peso: 1,50 kg
    Quadro Aluminio modelo Beach Way Pro
    Garfo / Suspensão Dianteira Aluminio
    Guidão Modelo Beach Conforto
    Manopla Silicone
    Número de Marchas 06 marchas
    Cambio dianteiro Revo- Shift 21 velocidades Shimano TZ
    Cambio traseiro Revo- Shift 21 velocidades Shimano TZ
    Freio dianteiro Jogo de Freios V-Brake Alumínio
    Freio Traseiro Jogo de Freios V-Brake Alumínio
    Pedal Nylon com refletores
    Pedivela Pedivela Triplo 28/38/48 Aço Revestido
    Corrente 1/2 x 3/32 index
    Aros Aros em aluminio 36 furos modelo Drop
    Pneus Pneus aro 26×1.95 Slick
    Selim Selim linha conforto em Gel
    Abraçadeira do Selim Aluminio de presão
    Alavanca de Freio Jogo de Freios V-Brake com alavanca em Alumínio
    Canote do Selim Aço carbono
    Cassete / Roda Livre 7V index shimano
    Raios Aço
    Rodas Aluminio
    Suporte do Guidão Aço carbono
    Outros Cesta aro 26 com haste
    Garantia de 1 ano
    Aviso •Imagem Meramente Ilustrativa
    Itens Inclusos 1 Bicicleta
    1 Manual para montagem e relação de assistência

    • Se souber o que é pedivela já ajuda muito, rs. Pedivela (o conjunto que fica nos pedais) triplo, significa que ele tem 3 coroas, ou seja, o que a maioria das bicicletas tem. Difícil falar de uma bicicleta que não conheço, essa Mormaii eu não vi nem na frente, portanto não vou sugerir algo que desconheço. Aparentemente ela é uma bicicleta comum, mas tem detalhes que só vendo mais atentamente mesmo.

      Já a Tito Urban eu não apenas vi no mercado, como vi e pedalei lá no escritório deles. É uma bicicleta muito boa para uso urbano. Gostei dela, tanto é que vou receber uma Urban e a Suv que eles estão lançando em breve. Vou deixar uma para usar na cidade, como meio de transporte e a outra só para as minhas viagens. Quando as recebê-las, farei bons testes e divulgarei aqui as minhas impressões.

  35. Grande André!! PARABÉNS pelo seu Blog, e pela qualidade dos seus comentários. Eu lí TODOS os posts desde o 1° em 19/10/2011. Ví que você responde as dúvidas dos leitores, e isso é muito bacana, já estou recomendando seu blog para meus amigos.
    Eu tenho uma pergunta que creio ser pertinente e que agregará ao esclarecimento sobre bikes urbanas.
    No site http://urbanabicicletas.com.br/ fala de um modelo de bike, URBANA, feito de quadro de aço em curva, e etc.
    Os preços variam entre 3 modelos: 1V – R$ 945,00 , 3V – R$ 1.849,00 8V – R$ 2.490,00
    Minha pergunta é: os modelos que você mencionou da Tito Urban 700 e Tito Caloi TAEQ seriam equivalentes ao modelo 1V ou 3V, em qualidade de componentes?
    O custo/benefício destes modelos URBANA (que eu achei caro) valem a pena pelo retorno em qualidade de componentes/durabilidade/conforto…. ou dá na mesma ter os modelos da Tito Urban 700 e Tito Caloi TAEQ?

    • Oi Luciano. As bicicletas da Urbana seguem uma linha mais artesanal, são bicicletas feitas em pequena escala, com detalhes que dificilmente uma grande indústria deve reproduzir, por isso os preços mais salgados. Difícil comparar uma dessas bicicletas com a Tito Urban, que também é uma bicicleta de boa qualidade, mas feito para as massas. Se quiser uma bicicleta boa e barata vá de Tito. Agora se quiser uma bicicleta mais personalizada e pouco comum, a Urbana é uma boa pedida.

  36. A bike parece muito boa, mas infelizmente o quadro e muito pequeno para a maioria dos adultos. Se existe um tamanho maior eu com certeza compraria

  37. Olá Bicicreteiro. Estou há tempos procurando uma bicicleta urbana que atenda minhas expectativas para fugir do trânsito e recuperar a boa forma, para ir da minha casa para o cursinho. Sempre gostei de bicicletas mas confesso que sou uma negação no assunto. Como expert, pelo que percebi, poderia me dizer qual a melhor bike para um percurso de 7km? E que seja resistente, já que eu não sou nenhuma borboleta tanto no peso quanto na delicadeza.

    Obrigado e abraços.
    Nayara.

    • Nayara, essa Tito Urban é uma boa bicicleta para deslocamentos urbanos, eu recomendaria ela pelo custo benefício. Agora você só tem que ter atenção ao tamanho do quadro, pretendo em breve escrever um texto ensinando as pessoas a escolherem a bicicleta, se tudo correr bem esse texto sai ainda em janeiro. Abs

  38. Boas! André.
    Recentemente estressei com os carros e voltei a pedalar na tríade lazer, condicionamento e transporte. Vendi minhas bikes marca “econômica” e comprei uma Caloi 500 e estou aguardando chegar uma Tito Urban. Vi em um hipermercado a “versão” Taeq e não gostei das cores. Acredito que para reinicio da vida de biker ( mais de dois terços de minha vida foram sobre um selim) seja o suficiente.
    Suas considerações sobre a Tito Urban influenciaram minha aquisição. Assim que receber a bike relato a experiência.
    Obrigado,
    Abraço,
    Ricardo.

  39. Estava pensando em comprar pra minha filha de 10 anos pra dar de natal a bike tito urban teen aro 24 ou caloi ceci aro 24 mas estou na dúvida em qual das duas será melhor opção pois só será usada em passeios e nas praças. Você pode me ajudar?

  40. Olá bicicreteiro, quero comprar uma bicicleta para percorrer uma longa distância, tipo assim do Guarujá até Bertioga, porém quero adaptar uma cadeirinha na parte de traz dela, pois quero passear com meu filho também, pretendo que tenha paralamas para protege-lo! Qual bike você me indica?

  41. Caro bicicreteiro, acabei de vender uma Caloi 10 antiga para dar lugar a uma nova, mas pretendo comprar uma urbana para 2 finalidades. 1 – para andar com meu filho de 2 anos com aquela cadeirinha que se instala no guidão. 2 – para andar sozinho por SP. Qual bike posso adiquirir e não gastar muito (até 700 reais?). Esta Taeq serve para meu propósito, pois gostei do desing. Abraço.
    Hugo. hrm.boss@hotmail.com.

  42. Olá, gostaria de saber da opinião de vocês sobre a Bicicleta TK 700 Aro 26. É uma boa bike para ser utilizada como meio de transporte? entre ela e a Urban qual é o melhor custo benefício?

  43. Olá, André, adorei o blog. Gostaria de uma opinião a respeito de compra de bicicleta. Tenho 1,57m e peso 48 kg, razoável condicionamento físico, há bom tempo sem pedalar. Ao pesquisar sobre bicicletas, achei a marca Giant MTB Suede GX W 16, com os componentes que preciso. Qual sua opinião sobre minha escolha?

    • É uma bela bicicleta, mas achei meio cara para vir apenas com um Nexus de 3 velocidades. Mas é uma Giant.

      Outra coisa, é uma bicicleta urbana, boa para a cidade, para deslocamentos mais curtos, que não exijam muito do ciclista mas um pouco limitada para a pratica do Cicloturismo. Se o seu objetivo for apenas uso urbano, é uma boa bicicleta sim

  44. Olá André!!!
    Muito obrigada pela orientação. Estou justo procurando uma bike para andar no dia a dia, ir trabalhar de calça ou de saia, enfim ser meu meio de transporte em Brasília.
    Queria também uma bike que me deixasse com as costas retas, como vc indicou.
    Enquanto olhava encontrei essa abaixo e me apaixonei por sua “carinha”. É uma bike retrô, mas de fabricação atual e artesanal, o que particularmente me agrada. Mas, eles me mandaríam ela desmontada e qd fui a uma montadora, o dono me disse que ñ me vendería uma bike dessa, por o qradro deve ser de ferro e tal.
    Olhei as carcterísticas dessa Taeg e gostei também. Nao tem todo o charme da outra, mas tem seu encanto.
    Agora gostaría de sua opinião…
    Gostei de suas sugestões e de sua disposição para dar uma força.
    O blog da bike é:

    http://bicicletasclassic.blogspot.com.br/

    Gabriela

  45. Olá, Bicicreteiro.
    Gostaria de uma opinião sua.
    Vi nos posts acima, que devo comprar uma aro 700 pra me deslocar na cidade. No meu caso, eu faria um trajeto de 8 km para chegar até o escritório.
    Me empolguei com as bikes de supermecado com valores de até R$ 300,00, até ver os seus comentários.rs
    Além da Taeq, Tito e Easy rider, não consigo achar biikes aro 700 só aro 26 e MTB.
    Não estou podendo gastar muito, mas gostaria de comprar algo que durasse também. O que vc me recomendaria? As que eu citei acima, saõ as melhores custo benefício?

    Agradeço desde já e parabéns pelo blog.

    Um abraço.

  46. Olá, tenho 1,92 e gostei bastante da taeq preta fosca… Gostaria de saber se eu colocar nela um guidom para minha altura ficara de boa ou se o quadro deve ser necessariamente o 20. Estou começando a pedalar e quero deixar meu carro na garagem, nao agüento mais transito. Vou fazer um percurso de pouco mais de 2km (vou pegar o metro).

  47. Meu caro, posso abusar da sua boa vontade? O que você você acha do desempenho dessa bike para um iniciante, no perímetro urbano: http://www.casasbahia.com.br/Bicicleta-Aro-26-Caloi-City-2012-Aluminio-com-21-Marchas-Chumbo-1596700.html?utm_source=buscape&utm_medium=comparadorpreco&utm_campaign=Esporte—Lazer_Aro-26&utm_content=1596700&cm_mmc=buscape_XML-_-ESPO-_-Comparador-_-312421&origem=Lomadee

    A diferença de preço entre ela e a caloi que você sugeriu é considerável. Quero comprar uma bike para me locomover pela cidade, mas não posso gastar muito dinheiro com isso no momento.

    abs
    Felioe

  48. Olá tenho 1,53m e ia comprar uma Tito pra mim, minha mãe se empolgou e quer dividir uma bike, só que ela tem 1,65m, escrevi pra Tito falando da minha altura e me indicaram a teen. Fiquei frustrada, pois tinha gostado muito da bike e não sei se a Teen vai ser interessante pra minha mãe. Você tem alguma indicação a fazer?!!

    • Teste a bicicleta numa loja, veja se você consegue subir nela e pedalar com o banco bem baixo. Você não precisa ter que colocar os pés no chão, mas também não pode ficar jogando o quadril para o lado nas pedaladas. Sua postura na bicicleta não pode também ficar muito encurvada para frente, se você conseguir ficar com uma postura confortável, essa bike pode servir para você e sua mãe. Faça o teste lá na loja mesmo. Abs

  49. Saudações, André!!!

    Estou planejando comprar uma bike para passeio curtos(20km) e uso urbano, porém, tenho algumas dúvidas em relação ao tamanho. Lendo uma das repostas em seu blog verifiquei que esse modelo apresentado não seria o ideal para mim por causa do meu tamanho que é 1,89m.

    Penso em comprar o modelo GT Nomad 2.0 2012, poderia me informar se esse modelo seria o mais apropriado para mim ou você tem outra indicação?

    Obrigado!

    Uelinton.

  50. Olá, André!

    Li com muita atenção tudo que foi falado aqui e fiquei tentada a comprar esse modelo da Taeq. Já a experimentei e achei muito confortável. Além de linda.

    Mas ainda fiquei com uma pequena dúvida e como perguntar não ofende: você acha a Taeq seria uma boa opção pra mim, que moro em Salvador (mais precisamente na Federação, um bairro no topo de um morro) ou existe outra na mesma faixa de preço que seja mais adequada? Pergunto isso por conta do relevo da minha cidade. Pra voltar pra casa, não tenho como fugir das ladeiras (e que ladeiras! rs).

    Obrigada pela atenção.

    abs,

    Jamile.

  51. Pessoal, estou vendendo uma Taeq preta/marrom, lindíssima e nova. Comprei após ler este tópico. Usei 2 vezes. Coloquei cestinha e velocímetro. O motivo da venda s
    e “problema particular” ($$!). Está montada e perfeita e pode ser retirada no local, sem problema.
    (espero que não gere inconvenientes mencionar aqui).
    Meu e-mail: rosangelawittwer@gmail.com

  52. Ótimo tópico.
    Estou a procura de uma bike urbana com preço acessível e está muito difícil. Estou quase apelando para as antigas, da época que eram “apenas” meio de transporte: confortáveis, eficientes e baratas.

  53. Olá, adorei o seu site!!!

    sabe sou uma pessoa que gostaria de ter uma bicicleta para me desestressar, claro que emagrecer também, e faz muito tempo que não ando de bicicleta….. e estou em muita dúvida,

    por favor me ajude!!

    Moro em cuiabá… a cidade tem muitos buracos…
    e queria uma bicicleta com cestinha, bagageiro,
    e que para entrar fosse baixa, poderia usar um vestitdo, queria uma bicicleta para passear…

    sabe que testei a bicicleta Konstanz da Caloi, parecia que ela era muito alta…
    penso que por fazer muito tempo que não ando de bicicelta… e falta de costume. ou por ter aro 700??? fiquei em dúvida..

    ou por ser baixinha (1,59 m)

    Me ajude por favor, achei até interessante essas bicicletas???
    o que vc acha???

    - Bicicleta Caloi Ventura – Aro 26
    - Bicicleta Blitz Comodo Aro 26
    - Bicicleta Blitz Comodo 700C Grafite
    - Bicicleta Nirve Beach Blossom Aro 26
    - Bicicleta Konstanz Caloi (ACHEI HORRIVEL A COR)

    Atenciosmanete
    claudia

  54. Meu pai comprou uma dessa no extra morumbi, mas ele sabia que está marca vai ser descomecializada e conseguiu um baita de um desconto na loja com o gerente, sei que o total ficou 649,00 reais.

  55. Ei, André. Estou querendo comprar uma bicicleta urbana com para-lama, bagageiro, sem suspensão e mais leve. Tenho 1,70m de altura. Estou dúvida entre:

    — Easy Rider da Caloi
    — Caloi City 2012 (adaptaria com para-lama)
    — Taeq (adaptaria com bagageiro).

    Qual bicicleta vc me sugere? Eu tb fico em dúvida com relação aos tamanhos das da Caloi que cito acima, ambas tamanho 18, esse tamanho é ideal para a minha altura?

    As dobráveis da Caloi valem à pena?

    Obrigada! Camila

  56. Olá, André. Há décadas não tenho uma bicicleta (minhas duas últimas foram uma Caloi 10 e uma Brandani), mas quero voltar a pedalar, pois sempre gostei de fazê-lo. Como tenho um filho pequeno, gostaria de uma sugestão de uma bike para iniciante, que permita colocar uma cadeirinha com segurança. Também gostaria de saber como distinguir entre uma bike urbana e uma MTB disfarçada? Agradeço se puder me ajudar!

  57. Oi André.

    Gostaria de acrescentar algo, talvez quase ninguém tenha percebido essa diferença, mas quando participei do WBT SP 2012 ao retirar a bike notei que os equipamentos instalados nela eram, digamos, um tanto diferente das demais e que me causaram supresa.

    Todo mundo sabe que nesses modelos conseguidos com míseros 200 Reais numa Caloi, através do valor exigido para a inscrição, as peças utilizadas são as mais básicas e fuleiras, tanto que nem pra compra a gente acha em loja. Algo mais do que justo, em vista do quadro híbrido oferecer excelente nível de conforto pra pessoas de estaturas baixa e média.

    Creio que devido a uma falta de itens em quantidade suficiente para a enorme demanda de Sampa, felizmente a minha veio com um retrovisor melhorzinho, campainha boa de aço inox (as outras eram tipo “baratex” de plástico com aço comum e quebravam na primeira dedada), sério, fiquei pensando se era de alguém da organização do evento, mas como ninguém deu falta dela (e ela estava bem no meio das outras) resolvi desencanar e utilizá-la assim mesmo. Apesar do quadro não ser tão bom quanto de uma bike mais cara, e em aço bem mais pesado que a outra MTB que tenho da Bianini, é uma bike honesta e pelo valor jamais encontrarei o mesmo custo-benefício em uma bici nova.

    Outro ponto importante a observar é que o quadro de quase todas não possuíam furação para bagageiro, e além da minha vir com furação só vi mais três na mesma configuração, também sem as estampas da Globo, da Prefeitura de São Paulo, apenas com as da Conviva e da Caloi. Também não foi preciso nenhum ajuste de câmbio, até hoje tudo certo.. mas senti certa fragilidade para pedaladas longas. Tem sido bom para trabalhar todos os dias com ela, na cidade ela até aguenta, já não vai tão bem assim na estrada.

    Após uma semana de uso resolvi personalizar ainda mais, hoje tenho iluminação dianteira/traseira de dar inveja às árvores de Natal, para-lamas MTB, alguns adesivos refletores em locais de fácil visualização, bagageiro (tá certo que é tubão, mas tá bonitona, e assim que eu achar algum melhor perto de casa, aí troco), um selim confortável e decente, pois as originais tinham um belo de um SelleRoyal.. o meu era um genérico. O próximo passo será uma antena (daquela de bandeira corta-linha-de-pipa), troca das rodas por aero de qualidade, dos pneus mistos por urbanos e sapatas de freios maiores e mais resistentes, pois os originais já se queimaram na primeira ida pra Bertioga devido às irregularidades (degraus) nas paredes laterais das rodas (literalmente “comeram” as pobrezinhas) :D

    Abç!

    • Oi André,
      gostaria de comprar uma bike urbana, pois a que uso hoje é uma barra forte(pesada!),pedalo uns 7km por dia(asfalto).Gostaria de saber qual a bike que voce usa como urbana?…eu achei essa TAEQ um pouco “feminina” !

  58. Pingback: Usando a bicicleta como meio de transporte | Bike Urbana

  59. Chegou ontem a minha TITO Urban aro 700.
    De cara, acrescentei paralamas por R$ 55.
    A bike tem qualidade e componentes shimano. Desenvolve boa velocidade; aceleraçāo nao tāo forte.

    Ela vem com um guidon estilo downhill; meu corpo ficou muito curvado para frente (tenho 1,80m). Para maior conforto terei que trocar mesa e guidon. Na loja aqui da area me interessei por um guidon estilo BMX, mais alto. Mas nao sei bem se é esse que eu quero, mas fiz uma simulaçao e gostei da postura . Acho que essa bike precisa de um guidon um pouco mais curvado que o BMX, mas nao tao curvado quanto às bikes praianas.

    Alguem sugere um guidon ?

    • Nenhuma aro 700 vai ter uma forte aceleração, em compensação é mais fácil de manter uma velocidade média alta com pneus maiores. Dificilmente uma bicicleta pronta vai ficar perfeita, mesmo em bikes tops você tem que fazer pequenas alterações, por isso que o recomendável é sempre comprar a bicicleta numa bike shop. Não vou te recomendar esse ou aquele guidão, vou te recomendar ir numa loja de confiança, ver as opções e trocar na hora. A escolha vai depender do seu gosto e das possibilidades da sua bike.

  60. Concordo…
    Paralamas já !!!……
    Magrela sem paralama é uma porquice de doer !!!…É acreditar muito no anjinho da guarda…

  61. Ei Dayanny! Recentemente eu também comprei um bike urbana, uma blitz 700 e tinha dificuldade não só de manusear as marchas, mas também de andar no trânsito! Então tomei coragem e chamei um bike anjo!!! Eles ensinam tudo pra gente!! Minha sugestão é você chamar um bike anjo pra te ajudar. No site deles eles falam em quais cidades esse serviço (voluntário e genial) está disponível. Abraço!

  62. Olá Pessoal…

    Eu disse a poucos dias que comprei uma TAEQ, porem, só comecei a pedalar ontem (:@).
    Como nunca tive uma bike com cambio shimano, eu tô sem saber como passsar as marchas.
    Tipo: tenho o cambio com 7 a direita, e com 3 a esquerda: qual deles devo passar primeiro? Sempre que for trocar a marcha, tenho q acionar os dois lados? A alavanca de baixo, é para voltar para a marcha anterior?

    Abraço a todos!!! =)

  63. Oi André!

    Estava pesquisando sobre bikes, pois queria comprar uma, no estilo conforto, bem bonita e estilosa… Aí, achei a TAEQ, fiquei encantada, pesquisei, procurei, achei seu blog, e a bike tb, comprei!

    Mas tem uma coisa: moro no interior, não é longe o trajeto de casa para o trabalho (10-15 min de bike) mas a rua é de paralelepípedo… Será que isto é determinante para a vida útil da bike? Antes, tava na dúvida da Caloi 100 SW, e Nirve, até a Caloi Konstanz entrou para a lista, veja os preços: 550,00; 1.300 e 1.400 respectivamente… Fiquei com a TAQE por 850,00, fiz bom negócio aparentemente. Agora queria por uma cestinha nela, mas me disseram que não pode, pois o suporte para ela não existe, é vero?

    Sem querer abusar mas gostaria de uma avaliação sua sobre estas bikes que citei, please!

    Um abração, e parabéns pelo blog!!!

    Daianny.

    • Daianny,

      Eu coloquei a cesta na Taeq e ficou ótima! Comprei na Decatlhon e paguei R$ 19,90 e deixei com o bicicleteiro td junto, na hora de montar.

      • Oi Rosangela, tudo bem?
        Que bom que achou a cesta. Ainda vou procurar uma pra por nela, imagine: a bike é toda estilosinha, uma coisa fofa, com cesta então hein? Que maravilha… Facilita muito para nós mulheres, por a bolsa e outras coisas…. Enfim, obrigada pela atenção…

        Abração!!!

  64. Obrigada pelo retorno, mas veja que legal: achei a Taeq!

    Fui hoje no Extra Morumbi (SP) que fica na Marginal Pinheiros e ela estava disponível para venda nas duas cores. Comprei a pretai! :D

    O preço é R$ 849,90. Ela vem com buzina, espelho retrovisor e diversos refletores. Eu comprei à parte apenas um apoio lateral (R$ 15,00) e uma cesta (R$ 19,90 na Decathlon). A bike é linda demais! O câmbio é shimano e de fácil troca entre as marchas.

    • André, uma pergunta, que bagageiro eu procuro para essa bike? Há alguma especificação? Liguei para uma bicicletaria na minha região e o rapaz disse não ter um bagageiro apropriado para ela e que seria mais fácil eu achar na internet… (?)

      • Tem vários modelos que servem nela, vá em uma bicicletaria com a bike e veja na hora. Dá para comprar também pela internet. Na Ciclourbano e na Anderson Bicicletas você acha esse bagageiro. Mas na verdade, em quase todas as Bike Shops haverá um modelo que sirva pra essa bike.

  65. Oi!
    Achei linda a bike Taeq, mas ela está indisponível para venda. Vc tem alguma dica de uma bike urbana nos moldes que comentou? Gostaria muito de comprar uma com cesta, paralamas e aro 700, mas não posso pagar os mais de R$ 1200,00 que estou vendo por aí… Tem alguma dica de alguma até uns R$ 700,00?

  66. olá! tenho uma mtb da GT, mas que uso diariamente na cidade tambem. estou a fim de comprar uma outra bike e deixa-la mais urbana, alem de nao querer mais me arriscar deixando a GT na rua. teria problema usar o quadro de uma mongoose para usar rodas com aro 27? se ela vem com aro 26, quanto eu gastaria para trocar??

    obrigada!

  67. Also, essa é pessoal mas ainda sobre urbanas, você concorda que bicicletas com curvas são femininas? Um exemplo é a Caloi Konstanz ou a Blitz Comodo que tem uma curvatura na frente para que uma mulher de saias possa subir na bicicleta.

    I beg to differ, quando se digita “cycle chic men” no google images ( http://goo.gl/uYANf ) vem várias imagens de homens de roupa social usando esse tipo de modelo. Eu creio que é assim como a mulher não monta na bicicleta como se monta em cavalo para não mostrar algo mais, os homens estão aderindo pq é mais fácil de sentar e não correr o risco de rasgar as calças (rs).

    Mas qual sua idéia? é jogada de marketing para pegar o público feminino ou tenho de fazer um teste de testosterona? Que pretty much, adorei o visual retrô da Konstanz! AHAH

    • Não disse que bicicletas de quadro baixo são femininas. Disse que essas bicicletas urbanas são pensadas para as pessoas não terem que levantar as pernas para montar nelas, o que facilita e muito a vida de qualquer pessoa que não encara o ato de andar de bicicleta algo mais esportivo e sim algo natural, para ser feito com roupas comuns.

      Bicicleta feminina tem detalhes femininos, pinturas femininas. Aliás acho um erro que até mesmo algumas fábricas de bicicleta cometem ao fazer uma versão feminina e associar isso ao quadro mais baixo.

  68. Venho várias vezes nesse post pegar suas dicas pra bicicleta urbana, valeu :D

    Eu realmente interessei na Tito urban limão, eu vi o próprio tito caloi comentar num post ( http://weshareideas.com.br/urban-bike-a-nova-sensacao-das-cidades/ ) antes deles mudarem o visual no blog, que as tito iam voltar nesse março de 2012, era só aguardar..

    E fora isso, tem a http://urbanabicicletas.com.br/novo/urbana que é um projeto que creio que vc gostaria de comentar…

    • A Urbana é uma bike que um amigo está produzindo. Inclusive em breve devo fazer um test drive nelas para escrever um texto sobre essa bike, mas ao que tudo indica me parece ser uma ótima bicicleta, mas o preço foge um pouco dessas bicicletas que descrevo no post. Embora os valores são maiores porque tem um padrão de qualidade bem maior.

  69. Pode me dar opinião sobre a bike soul flow? Acabei de adquirir e estou muito em duvida se foi melhor opção. Meu objetivo é pedalar finais de semana e fim de tarde, para lazer e atividade fisica…

      • Aproveitando a onda, você poderia me dizer se ela (a Soul Flow) também é boa pra ser usada como meio de transporte diário, na faixa dos 10 km? Estou prestes a comprar uma, mas fiquei indecisa entre ela e a Titus, mas essa me parece mais confortável. Já tive uma dobrável, mas não era lá aquele conforto…

      • Talita, o problema da Soul é seu aro 26 e o preço. Em relação a Tito Urban Premium, apesar da Tito não vir com suspensão, sou mais a Tito pois é aro 700. Note que a Soul não tem furação para instalação de bagageiro. Somando o preço, componentes e os pequenos detalhes, sou mais a Tito

  70. Gente!!! Amei seu post!!! Parabéns! Foi simplesmente perfeito para eu me empolgar ainda mais com uma bike e comprar logo a minha (já que agora entendo mais na hora de comprar). Mas fiquei com a seguinte dúvida: gostei demais da bike blitz comodo 700, porque ela tem 21 marchas (o que tenho certeza que vai me ajudar aqui em BH por causa dos morros como já dito) e todos os acessórios que você mencionou. Fique em dúvida só com o tamanho dela que pelo que percebi é único. Será que ela vai ser muito grande pra mim que tenho 1,65m? Para o meu tamanho seria melhor uma aro 26? E o peso dela é de 17 kg, isso é muito mais alto que a média?

    • Oi Marina, a Blitz Komodo é uma boa bike e mesmo sendo tamanho único, se necessário o dono da loja pode fazer algumas mudanças para ela se adequar a você. Quanto ao peso, e é um pouco mais pesada que a média, mas não vai mudar muito seu desempenho, pois nesse caso seria bom avaliar o seu perfil de pedalada.

      Acho que vale a pena você comprar essa Komodo e só depois de pedalar bastante, se você reparar que seu estilo de pedalada é mais agressivo, pode pensar numa mais hibrida, uma Fuji por exemplo, também com aro 700. De qualquer forma creio que vale a pena você começar com essa Komodo.

  71. Na Minha opinião bicicletas urbanas devem ter uma suspensão dianteira. Pois andando na cidade muitas vezes você tem que subir um paralelepípedo. E com suspensão dianteira é muito mais facil. Além disso, muitas vezes tem buracos grandes na ciclovia, o que incomoda bastante sem uma suspensão.

    • O correto é que nas áreas urbanas as ruas não sejam esburacadas e tão pouco tenham paralelepípedos. O problema é que uma suspensão boa custa o preço de uma bicicleta e as que temos aí que são colocadas nas bicicletas de supermercados (na faixa dos 300 reais) são péssimas e tem vida útil curtíssima, em pouco tempo ela trará mais perigos do que segurança ao ciclista, sem falar no peso dessas suspensões vagabundas.

      Por isso que desconsidero suspensão em bicicletas urbanas. Quando colocamos suspensão ela passa para outra categoria, as tourings ou hibridas, boas para asfalto ou terra, o que aumenta o preço da bicicleta.

      • Bom… então eu acho que o ideal para cidade deveria ser uma bike hibrida. Pois apesar de ser mais caro, te da muito mais conforto na cidade. Mas isso também é muito relativo. Por exemplo, a Blitz comodo mesmo com uma suspensão dianteira é considerada urbana. Se tivesse uma suspensão de melhor qualidade ficaria perfeita para o uso urbano, sem causar riscos ao ciclista e causando muito mais conforto. Uma bike urbana não precisa necessariamente ser barata. Não concorda?

      • Para fomentarmos a bicicleta como meio de transporte, tem que haver boas urbanas baratas. Claro que depois que a pessoa já está apaixonada pela bike pode sonhar em ter uma Velorbis, mas aí é questão de luxo. Olha, uma Barra Forte com Nexus vai longe, por isso que uma urbana não precisa ser cara

  72. Olá. Adorei os teus comentários sobre a TAEQ. Era o que faltava para eu resolver comprar uma. Acontece que não a encontro em lugar algum. Nem mesmo na Web. As lojas anunciam “produto esgotado”. Podes me indicar onde comprá-la?

    • Oi Vera, repare que na matéria tem um link da Tito Urban, e a mesma bicicleta só não vem com o Paralamas que pode ser comprado em qualquer Bike Shop, nesse caso eu recomento a Ciclourbano para a compra das peças e acessórios para ela.

      []s

      André

    • Oi Vera! No Extra de São José dos Campos é possível encontrar Taeq nas duas cores. Fica só a uma hora de São Paulo e ainda dá para fazer um passeio. Uma dica é o parque da cidade com o jardim projetado por Oscar Niemeyer, além de uma rica natureza com pássaros de todos os tipos, macacos-aranha e capivaras.

  73. Olá Bicicreteiro!
    ótima sua iniciativa de fazer uma analize sobre a Bicke TAEQ.
    Estava buscando informações para compra-la.
    Mas gostaria de usar de seu conhecimento e SINCERIDADE!

    Um dilema… TAEQ (R$ 850)+ bagageiro+ uma possível mudança de guidão VS Blitz Comodo (R$ 1.250)

    Qual seria o melhor custo benefício na sua opnião?
    Tenho 1,90 e acredito q terei q mudar o guidão da TAEQ para dar-me mais conforto. Provei a Blitz e tem um guidão bem alto, e achei mt confortavel, esse conforto é mérito da bicke como um todo ou do guidão alto?

    Grande abraço!
    Vamos peladar mais!
    Pedalando nós gastamos as nossas reservas( gorduras) e poupamos as reservas do planeta( petróleo)

    Thiago Gabriel Daher

    • Acho que no seu caso vale mais investir direto numa Blitz Comodo, até porque essa bicicleta é tamanho único. Quem tem mais de 1.80 é recomendável montar uma bike já melhor adaptada as suas características físicas.

      Abs

      André

  74. Ontem fui ao Extra de SJC e encontrei a Taeq. Gostei do câmbio e dos paralamas, mas o selim é o item que mais se destaca, muito macio com a aparência de ser bastante confortável. As rodas com pneus 700 são a melhor opção para esse tipo de bike, mas não gostei do freio feito de plástico que causa uma certa desconfiança quanto à segurança. Lamentei não ter opções de tamanho de quadro, mais uma vez limitaram-se ao tamanho médio do brasileiro e quem mede mais de 1,80m que se aperte no quadro 18. Claro que é para festejar a iniciativa, mas ainda é pouco. Torço pelo sucesso da Taeq para que o mercado perceba esse nicho e ofereça mais opções para o ciclismo urbano.

  75. Concordo com sua abordagem a respeito das necessidades das bicicletas urbanas, bem como suas sugestões ao fabricantes. No entanto, quando você diz:
    - “Bicicleta urbana precisa de conforto, praticidade e não de desempenho” e mais adiante firma que “A Easy Rider tem suspensão, já a Taek não tem, mas como estamos falando de uma bicicleta urbana, onde ela vai andar basicamente em asfalto, não vejo necessidade de suspensão…” tenho que discordar de você.
    - Bicicletas urbanas necessitam de conforto sim, mas isto só é possível para o seu longo aproveitamento urbano, com suspensão dianteira bem como com suspensão no canote do selim. As Urbans não necessitam entretanto, serem em quadros “Full Supencion”, não.
    Mas suspensões devem fazer parte deste conforto, tão necessário às Urbans, pois os asfaltos brasileiros estão sucateados já por décadas, de sucessivas corrupções e descaso com nossas estradas, Suspensão nas Bikes de asfalto resultam no maior aproveitamento de um passeio, e melhor ainda, resultam na redução dos custos de manutenção destas tão apreciadas magrelas. Melhor seria se, além de os fabricantes utilizarem aros 700, que os Quadros e Garfos destas Urbans, fossem concebidos para receberem – como opção posterior – Pneus 29×2.1 ou mais largos.
    Com isto, estas bikes não apenas enfrentarão melhor, as já abissais crateras lunares existentes em muitas estradas brasileiras, como provocarão numa troca saudável do uso do carro, pelas bikes em muitas cidades Brasil à fora.
    - Para que esta migração e conscientização aconteça aos motoristas tupiniquins, não bastam estradas com ciclovias ou boas e dispendiosas bicicletas apenas. É necessário novas maneiras na recondução do reaproveitamento de peças e pneus das bicicletas já existentes, e também novos e entusiasmados conceitos na construção das bicicletas deste terceiro milênio.
    - Penso que os atuais diferentes tipos de bicicletas tivessem novas formas e novas possibilidades do intercâmbio entre grande parte de suas peças vitais como: Rodas, sistemas de freios e pneus.
    E também, que o sexagenário sistema cambio interno, embutido no cubo traseiro, do tipo Nexus ou Sturmey Archer, agora com 8 a 11 velocidades, fosse mais difundido ao consumidor e melhor aproveitado num Brasil de economia estabilizada.
    - Perdoa-me o tamanho do texto.

    • Sendo sucinto. Sistema de cambio interno é maravilhoso mas precisa ficar mais barato aqui no Brasil, o que não é a realidade.

      Suspensão de canote de selim uma grande besteira. Rapidamente a suspensão vai para o espaço e o ciclista não consegue manter a regulagem de altura pois quando senta na bicicleta a suspensão cede. Você consegue muito mais conforto com um banco bom do que investir num canote de selim com suspensão.

      Finalizando, uma roda bem montada com um garfo rigido bem projetado absorve tanto impacto como essas suspensões porcarias que temos nessas bicicletas urbanas. Quem faz MTB sabe que uma suspensão boa custa o preço de uma bicicleta inteira. Minha Bike Tour eu arranquei a aquela porcaria de suspensão zoom e coloquei um garfo de aluminio. Com aros aeros bem montados me dão mais conforto (além da segurança) que essas porcarias de suspensões que vemos nessas bicicletas urbanas.

      • Você não foi ‘Sucinto’, mas curto e grosso.
        - Sugestões podem ser aceitas ou não, simples assim. Não é necessário desqualificar. Quanto o uso ou não de suspensões, fica a critério, mas como tudo na vida existem as boas e as ruins, sendo que no Brasil, preço alto não garante boa infalível.
        - Já o câmbio interno, seu preço equivale aos Câmbios comuns de boa qualidade, sendo que são infinitamente superiores, usei NEXUS, uso e recomendo.

      • Nao desqualifiquei suas opinioes, apenas contrapus. Minha experiencia com suspensao de canote foi para nunca mais usar.

        Hoje eu tenho uma City Tour que uso como urbana, mas assim que a suspensao abrir o bico, a trocarei por um garfo. Ou se tiver dinheiro comprarei uma suspensao decente, mas sabendo que só a suspensao vai custar o preço da bike.

        E cubo interno vou colocar na minha bike de Ciclotur e se puder colocarei em todas as minhas bikes. A Shimano esta trazendo os Nexus para o Brasil, em breve ele irá se popularizar e quando isso ocorrer veremos nexus até em barra forte.

  76. Olá, gostei muito do post. Estou de olho nessa bicicleta e me parece adequada para uma iniciante como eu.
    Uma dúvida de leiga: Esse pneu fininho aguenta subir e descer de passeios?

    • Acredite, aguenta sim. Quanto mais fino o pneu menos atrito e maior desempenho, principalmente no asfalto. Pneus largos são bom para terra, o que não é o caso de uma bicicleta urbana

      • Obrigado pela resposta!
        Agora percebi que usei um regionalismo na minha pergunta. Quando disse “passeios” quis dizer “calçadas”, achei que um pneu assim poderia empenar a roda. ^^

      • O fato de empenar ou não a roda esta mais ligado a qualidade do aro e a montagem da roda do que a largura dos pneus. Essa é uma bicicleta não apropriada para manobras, pois considero subir e descer calçadas (passeios) sim uma manobra, apesar de em diversas situações ser necessário.

        A Tito Urban vem com aros aeros e possivelmente de folha dupla, portanto mais resistentes. Mas vale a pena comprar essa bike e se no futuro, você tiver problema com os aros, na hora de trocar gastar um pouco mais e comprar um de melhor qualidade ;)

      • Ah, que ótimo!
        Vou fazer isso, então. Eu realmente gostei dessa bicicleta…hehehe.
        Obrigado mais uma vez!

  77. Caro bicicreteiro, parabéns pelo seu blog, já o acompanho há alguns meses, por indicação de meu irmão, que tb é ciclista, quando você esteve em Palmas – TO. Achei sua avaliação da bicicleta Taeq um pouco inadequada: uma empresa que se presta a fazer pesquisa de mercado, elabora um projeto, gasta alguns milhares (ou milhões) neste projeto e ainda assim não sabe a diferença entre tamanho de aro (anúncio aro 27, sendo que é 700) já demonstra o total descaso com a questão ciclismo, bicicleta e tudo que está por trás; apenas mais um produto para enriquecer o portfólio de produtos “saudáveis” da Taeq. E a peças utilizadas neste quadro não valem mais que R$ 500.00; Aro simples (tudo bem que alumínio), sistema de freio sofrível (não presta, equipamento de segurança tem que ter um mínimo de qualidade), pedivela de ferro, etc, etc…não recomendo esta bicicleta, à ninguém. Abçs, Neto-bicicletas e bikes.

    • Oi Neto, vamos as minhas colocações. Você sabe muito bem que 29er não passa de um nome marqueteiro, pois essa medida não existe, já que os aros das 29 são 700. Na minha entrevista fiz questão de demonstrar a importância da bike ser aro 700 ao invés de ser 26, até porque havia um protótipo com 26. O pessoal de Marketing deve ter optado (de forma equivocada) em falar que a bike é aro 27, para o leigo ter uma noção que esse aro é maior que a 26, já que se eles dissessem apenas que é aro 26, os leigos (público alvo dessa bike) não saberia entender do porque o aro não ser aqueles balões que eles estão acostumados das MTBs de mercado.

      Sobre o valor, quando fiz a entrevista, me disseram que a bike custaria sim 500 reais. Acho que seria mesmo esse o valor que eles cobrariam, mas não se esqueça essa é uma bike projetada no Brasil mas produzida na China. Não se esqueça também que a Caloi conseguiu sobretaxar os importados o que acabou aumentando o custo da bike. Sem contar que as bicicletas do mesmo nível estão custando bem mais do que isso. Um exemplo é a Easy Ryder, que custa mais de mil reais. Então o preço deve ter sido ajustado com base na lei da oferta e da procura.

      O Freio não é top, mas também não compromete, o pe-de-vela é simples mas também não compromete. Não se esqueça que o público dessa bike é o ciclista estilo Slow-rider, aquele que não busca desempenho, portanto para esse público, o que vai entrar no mundo do ciclismo, continuo considerando essa bicicleta perfeita, melhor do que qualquer SK full que vemos nos mercados por ai.

      []s

      André Pasqualini

  78. Oi, André! Poxa que negócio complicado esse de escolher uma bike! Tenho uma Caloi City e vou trocar porque tá na hora de uma bike melhorzinha. Gostaria muito de uma dica. Tal como a Luciana, eu penso em uma Giant…mais especificamente em duas Giant mega fofas. Uma dúvida que eu tenho é quanto aos tamanhos…o que significam os tamanhos da Giant? P,M e G dá pra ter uma ideia, mas e os tamanhos que vêm em número (20, 24?)
    Estou entre:
    http://www.netshoes.com.br/produto/601-0010-114-02
    Só que é uma MTB, né? Mas eu achei super estranho porque não parece nem de longe uma MTB! Parece?
    A outra é essa: http://www.netshoes.com.br/produto/601-8631-008-24
    Eu achei lindinha, mas ser lindinha não deve ser o mais importante né? Enfim, tá dentro do preço que eu espero gastar (até 1200)… e eu achei parecida com aquela outra (essa curvatura no meio é essencial)
    O sonho impossível é essa:
    http://www.biketechjardins.com.br/produtos/detalhe?produto_id=913
    Mas tá muiiiitttooooo caro (2500)!
    Desculpa se estou abusando, mas agradeço desde já a ajuda!
    Paula

    • Paula, você precisa medir o tamanho do seu cavalo para saber qual o tamanho de quadro ideal para você. Com uma fita e descalça, meça o tamanho da sua perna na parte de dentro, da sola do pé até a virilha. Com esse número, você pode usar esse link e calcular o tamanho de quadro melhor para você.

      http://www.4go.com.br/mtb/calc_bike_tam.php

      Outra sugestão é dar um pulo na Loja do Ciclourbano (http://www.ciclourbano.com.br) eles ficam ali na Vila Olimpia. Por esse preço que você pretende gastar, eles tem umas bikes muito bacanas e lá eles poderão inclusive trocar algumas peças se necessário, para você ficar com uma boa postura. Dê uma olhada nas bikes do site deles e melhor mesmo é ir lá e testar as magrelas.

      Como você já pedala, o melhor mesmo é testar as bikes antes de escolher, essas que você me indicou são boas, a Brisa é cara, mas é uma bike dobrável e tem mais essa vantagem. O problema é que ela é uma bike aro 24 e não tem um desempenho muito bom, perto de uma aro 700.

      Abraços e pode abusar a vontade.

      André Pasqualini

  79. Olá, aproveitando sua experiência em bikes, o que acha das bikes dobráveis para uso urbano? Tem alguma que recomendaria? Obrigado!

    • Quem usa muito a bicicleta como meio de transporte TEM que ter uma dobrável. Não recomendo ela como a sua bike para tudo (aliás eu não recomendo nenhuma bicicleta para se fazer tudo, viagens, urbano, trilhas, estrada, etc). Uma dobrável é perfeita para integração com transportes públicos.

      Eu tenho uma Dahon Eco 3, já faz uns 5 anos e a uso muito. Tem as Durbans que são boas, mas agora se você quiser uma bike top e pra sempre (disposto a gastar), vá de Brompton http://bicicreteiro.org/2011/03/23/brompton-no-brasil/. Mas dá uma pesquisada, as Dahons eu recomendo, a Durban é da mesma fábrica da Dahon, vem até com um selo, já as outras do mercado, algumas eu não conheço e outras não me inspirou confiança.

      • Olá André, muito obrigado pelas dicas! Gostei muito do seu blog, parabéns! Grande abraço. Fernando.

  80. Obrigada pelas infos, André!
    Estou a procura de uma bike para usar em SP e me deparei com seu artigo. Meu maior problema é q sou baixinha (1,52m) e sempre usei MTB, mas procuro algo mais urbano (com pneus mais finos e guidão mais alto).
    Fui ver a bike de perto, mas achei o preço um pouco salgado (R$ 849) e só tinha a do expositor e faltava peças.
    Tbm fiquei bem interessada na Tito Urban aro 700 (R$ 699), q aparenta ser igual , mais clean e sem os acessórios. Mas não encontro nenhuma loja física para checar de perto. Alguém já testou???
    Hj, testei uma Caloi 100 Feminina (R$ 749) e fiquei mto em dúvida, pois gostei da proporção do guidão, mas o aro é 26′.
    Abusando… Qual a sua opinião: Caloi 100 ou Tito Urban?

    • Oi Luciana, vamos lá.

      Primeiro o preço não está salgado, está bem justo. Esqueça aquelas porcarias de bikes de 300 reais (ou menos) que encontramos no supermercado. Bicicleta boa para quem realmente vai pedalar, não dá para gastar menos de 800 reais. Com essa bike você encara até uma cicloviagem, já com uma de 300 reais, só se for uma Barra Forte.

      A Tito Urban e a Taek são a mesma bike. A diferença é que a Tito não tem paralamas, mas vem com rodas aero, melhor que a Taek. Daí os paralamas ficam a gosto do cliente, você pode gastar de 20 a 120 reais.

      Não dá para comparar a Caloi 100 com a Tito, são bikes distintas. A Tito você terá muito mais facilidade para colocar acessórios do que a Caloi 100, sem falar no desempenho da 700 que não se compara com uma aro 26. A Tito você vai comparar com a Easy Rider, que tem o mesmo grupo (e está na faixa dos 1100) ou uma Fuji já na faixa dos 1500, portanto considero a Taek ou a Tito Urban uma ótima opção para quem quer começar a pedalar.

      []s

      André

      • Obrigada pela resposta, André!
        Vou fechar com a Tito, então!
        Só fiquei em dúvida pq não tinha testado pessoalmente… Como sou baixinha (1,52m), fiquei bastante preocupada com isso. Ontem, provei uma Giant tamanho P q ficou perfeita… Mas como não sei se me acostumo com o trânsito e subidas de SP, não queria investir mto (R$1900) de início.
        Valeu mesmo!

      • Luciana, testa a Tito, se a altura do selim ficar adequada, qualquer coisa troca a mesa do guidão por uma regulável e assim você consegue deixar a bike mais confortável. A Tito será sua primeira bike e com o tempo você vai passar a entender de bicicleta e poder investir com mais segurança numa bike de 2 mil. Para o trânsito peça ajuda aos Bike Anjos e as subidas vai na minha. Com um mês de pedal você vai passar a perceber que as subidas não são tão ingrimes como pareciam no começo. Mas você precisa perseverar por um mês pelo menos, depois disso vai pedalar numa boa, como a maioria das pessoas que você deve ver pedalando por aí.

        Abraços

        André

  81. Amigo, em qual loja física encontrou esta bike? Pergunto pois não achei na internet e nem no Extra aqui perto de casa… Consegue me informar? Grande abraço e parabéns pelo review…

    • Eu vi essa bike no Extra da João Dias, mas nos comentarios aqui em cima alguem disse que achou em outra loja.

      Tem uma bem parecida (mesmo quadro pelo menos) também na Centauro, dê uma olhada lá.

      Abs

      André

      • André, valeu pela ajuda! Fui no Extra Morumbi e no João Dias, e encontrei nas duas lojas pelo mesmo preço: R$ 850,00. Pelo que a bike oferece, achei um pouco cara… acredito que num longo prazo, a manutenção que ela dará exigirá um investimento maior, talvez valha investir em uma que custe o dobro mas que dê bem menos manutenção e mais conforto. Estou fazendo umas contas doidas aqui, comparando algumas bikes urbanas para decidir qual comprar. Quando eu fechar, posto aqui. Quem sabe compro essa Taeq e dou um upgrade nela…

        Grande abraço e parabéns novamente pela avaliação!
        Renato

  82. André, boa noite.
    Se existisse uma bike dessas, subsidiada e sem impostos, quanto será que custaria?
    Pergunto isso porque a frota de bicicletas em São Paulo está aumentando consideravalmente, e muitos ciclistas que encontro pelo caminho estão com a bicicleta detonada pelo uso diário.
    Muitos utilizam a bicicleta para não gastarem o dinheiro do vale-transporte, porém não tem dinheiro para uma manutenção periódica.

    Por enquanto é só um devaneio, mas estou pensando quanto sairia uma bike acessível para essas pessoas?
    Uma bike com paralamas, bagageiro e cadeado integrado ao quadro, cubo com marcha interna, freio traseiro contra-pedal e aros com dupla parede.
    Essa bike seria semelhante a Kona Africa, uma bike robusta e com manutenção quase zero…
    Por enquanto é só um sonho, quem sabe não vire realidade?

      • Isso é uma vergonha, sem dúvida!

        Quanto ao tipo de bicicleta, não troco minha reclinada, mesmo tendo muito trabalho para adaptar paralamas, bagageiro traseiro, encurtar pedivela e achar um pesinho. Ainda gostaria de ter protetor de corrente, cubo rohloff, cubo son e uma semi carenagem removível para os dias de muito frio e chuva aqui em Porto Alegre. Ela é espetacular no plano, excelente na subida, inacreditável nas descidas e muito boa no meio do trânsito (depois de alguns dias de pedaladas para os inexperientes). A posição e conforto da pedalada não tem comparação. Reclinadas de entre eixos médio e posição não tão reclinada são as urbanas perfeitas, falta refinamento para colocar acessórios e diminuição de preço. A minha é uma Zohrer.
        http://www.zohrer.com.br/

  83. Eu tenho uma bike que me custou exatos R$ 220,00, mais alguns acessórios o valor dela num passa de R$ 300,00. Hoje pretendo comprar uma melhorzinha para andar mais por ai, portanto considero uma dessas mais do que suficiente para começar a pedalar.

  84. André, considero que a vantagem de uma urbana ser melhor que uma MTB para uso na cidade não é absoluta. As speeds de fato têm uma preocupação aerodinâmica, mas as MTBs te põem em uma postura, digamos, mais agressiva para favorecer não só uma postura mais de “piloto” que de condutor, mas também por causa das subidas. E esse é o ponto: para subir, a postura o mais perpendicular ao solo possível não é a ideal. Isso explica por que em uma cidade como Amsterdã só se vê bicicletas urbanas típicas, com três marchas ou sem nenhuma. E explica porque em BH se vê muito mais MTBs que urbanas convencionais. Aqui não é muito comum um deslocamento que envolva um morro. E um rolá pela cidade fatalmente topará com um. Tenho uma Dahon, que me deixa com a postura bem ereta, e ela é uma delícia – no plano. Para escalar, e BH tem bastante rua onde isso é necessário, ela é complicada. Tenho que me inclinar muito para frente, em uma postura muito mais fácil de se adotar numa MTB, e tenho que pedalar algumas vezes em pé (mas isso por causa da escassez de marchas, não pela geometria). Outra questão, não tão importante quanto mas não desprezível, é a qualidade dos freios. Como tudo o que sobe desce, é frequente por aqui se estar numa descida, em velocidade bem acima da média de uma via plana, e pode surgir uma emergência, que demande uma resposta potente dos freios.
    Enfim, isso tudo para dizer que, penso eu, para uma cidade montanhosa como Belo Horizonte, uma bicicleta de montanha ainda é a melhor geometria. Bom, mas vêm aí as elétricas, o que pode mudar isso.
    Abraço.

    • Humberto, compreendo tudo que você disse, mas você tem que concordar comigo que todo o ciclista tem que começar de alguma maneira e como um bom trilheiro que você é, nunca levaria um ciclista iniciante (daqueles que mal conseguem tirar uma das mãos do guidão) para encarar uma trilha.

      Bicicleta urbana é ideal para o ciclista iniciante e quem está começando, sempre vai fugir das subidas. Vai começar no bairro, em parques, ciclovias. Só quando ele tiver segurança para pedalar aí sim começara se aventurar pelas maravilhosas variáveis do ciclismo.

      Nunca pedalei em BH, uma das poucas capitais que ainda não pedalei (em breve irei resolver esse problema) mas cruzei o estado de Minas na minha viagem e só tenho uma coisa a dizer, vai ter morro assim lá na casa do $%$#@… rs

      O uso da bicicleta está associado a duas coisas, ao relevo e a violência no trânsito. Brasilia é uma cidade plana, mas com poucos ciclistas por causa da violência. Vi muitas bikes nas cidades mineiras (Patos de Minas por exemplo) mas não tanto como em cidades do Mato Grosso, Tocantins, onde o relevo das cidades ajuda. Teve cidades mineiras que sequer vi bicicletas, parece que o povo de Minas está, ao povoar o estado, no meio da viagem via um morro e dizia “Vamos criar nossa cidade ali”.

      São Paulo é uma cidade “hibrida”, tem cerca de 70% da sua área plana, mas ainda sim tem um relevo bem acidentado, tanto é que de vez em quando aparece uns caras falando das subidas de São Paulo, mas creio que BH é muito mais acidentada que São Paulo, portanto vocês terão sempre mais dificuldades de estimular o uso da bicicleta do que nós, por motivos óbvios.

      Minha “urbana” é uma City Tour que tem um quadro meio híbrido, desenho parecido com o MTB, mas com aro 700, portanto não tenho muitos problemas nem em subidas, mas a defesa dessa bike é para ver se as grandes marcas parem de vender MTBs adaptadas como urbanas e criem bicicletas buscando esse público.

      Claro que essa bicicleta não vai se sair muito bem em cidades montanhosas, em compensação, na maioria das cidades brasileiras, principalmente naquelas onde as bicicletas dominam a paisagem, ela fará um grande sucesso.

      Aliás não vejo a hora de popularizar os cubos com cambio interno, pois essa bike por exemplo nem precisaria desse cambio, um nexus de 6 velocidades já seria perfeito para o que ela se propõe.

      abs

      André

      • Claro, você está correto. Para a maioria das cidades uma urbana resolve bem. BH é exceção. Mas para os conterrâneos eu nunca recomendo montarem uma bike assim, não só porque eles vão sofrer um pouco nas subidas, como também porque aqui quase todo mundo quer ter uma híbrida, que possa usar na terra nos finais de semana. Sim, SP é bem menos morrado que BH. Bairros como o paulistano Pompeia são mato por aqui. Claro que temos vastas áreas planas, sobretudo na região da Pampulha – e lá até se vê muito camelinho sem marcha -, mas no adensado Centro-Sul a coisa muda de figura.

        Quando vier para as bandas de cá, não deixe de entrar em contato antes: o ciceroneamento ciclístico tá garantido! : )

  85. Belo trabalho … conhecendo seu blog agora.
    E a instalação de um cadeirinha frontal. Fica legal ?
    Procuro uma bike para passear com minha filha mas que também possa ser usada por minha esposa.

    • Sérgio, nesse caso você tem que pesquisar. Como o cano superior dessa bicicleta é baixo, pode ser que você encontre mais dificuldade em colocar uma cadeirinha frontal, já uma traseira será bem mais fácil.

      Cadeirinha para criança não é bom arriscar, recomendo que você visite algumas Bike Shops e veja o que eles tem. Cadeirinha frontal eu usava uma que era vendida na Decatlhon, mas não sei se ela entraria nessa bicicleta. Eu não colocaria aquela cadeirinha simples que é presa no guidão, esse é um item que eu não economizo.

      Vá na Decatlhon e veja o que tem lá. Você vai encontrar também umas bikes bem parecida com essa, veja se as cadeirinhas frontais que eles tem servem para uma bicicleta com desenho parecido.

      Andre

  86. André, já q estou aqui, gostaria de ter sua opinião sobre a bike q tenho atualmente.
    Não é nenhuma maravilha, mas tem me quebrado bons galhos e tenho aumentado cada vez mais os percursos urbanos, que é onde a utilizo. As únicas mudanças q fiz foi colocar aqueles paralamas que vendem na Decathlon. E troquei o banco original pelo da minha antiga beach bike, q é bem confortável. Vc acha q vale trocar por uma melhor e mais nova?

    abs e obrigado

    Houston Frontier Win

    Quadro: aço carbono
    Grafo: Aço carbono com suspensão, curso 55mm, com trava
    Guidão: MTB, aço carbono curvo na cor prata
    Aros: 26 aero parede dupla 36 furos
    Pneu: Off-Road 26 x 2,0
    Câmbio Traseiro: Index 7 velocidades, 540XN Logan
    Câmbio Dianteiro: Index 3 velocidades, 335SX Logan
    Caixa de Direção: MTB, oversize com movimento de direção standard
    Alavanca Traseira: Shimano TX 30 7 velocidades
    Alavanca Dianteira: Shimano TX 30 3 velocidades
    Cassete / Roda Livre: 7 velocidades index
    Pedal: alumínio com refletores
    Selim: preto/prata
    Pedivela/Coroa: Tripla index 165mm 28 x 38 x 48 dentes
    Sistema de Freios: V-Brake

    • Olha o pessoal abusando de mim… rs. Mas podem abusar galera, eu gosto de responder essas dúvidas, vamos lá.

      Marcos, é o que eu sempre digo. Sua bike não é ruim, mas é um MTB (Montain Bike) e não uma urbana. Você vai ter que trocar pneus, bancos, colocar paralama, tentar adaptar um bagageiro (já que ela não tem furação) para chegar o mais próximo do conforto de uma urbana.

      Já essa bicicleta você só precisa sair pedalando. Se quiser acessórios, basta comprar e instalar facilmente, e não perder 2 horas como perdi na semana passada para tentar instalar um bagageiro numa Caloi 100 do meu amigo. Justamente porque uma bicicleta urbana já vem com um desenho para ser mais confortável (como uma beach) e preparada para instalar paralamas, bagageiros e demais acessórios.

      Claro que dá para adaptar uma MTB para uso urbano, eu comecei assim. Mas quando o ciclista ganha experiência, consegue compreender melhor que existe uma bicicleta para cada situação e acaba buscando isso, até para se envolver ainda mais no mundo da bicicleta.

  87. Bela novidade André. Espero realmente que os fabricantes comecem a produzir bons produtos a preços honestos. Todos irão ganhar.

    abs

  88. Muito bom trabalho! Estou pra comprar uma bike urbana, e essa está entre as pesquisadas, mas uma opinião de expert é muito esclarecedora. Sugiro uma comparação com a Soul Flora 26, que tem o mesmo preço e proposta (sem paralamas, porém com suspensão dianteira). Obrigada pela grande ajuda.

    • Rosana essa Soul Flora não é uma bicicleta urbana é um MTB. Isso que canso de atentar os novos ciclistas, não dá para comparar uma Montain Bike com uma bicicleta urbana, é mais ou menos como comparar uma saveiro com um gol, ambos são carros, ambos você pode usar como meio de transporte, mas eles tem objetivos diferentes.

      Sem dúvida essa Taek vai ser muito mais confortável na cidade, mas se você fizer um trilha com ela, provavelmente terá problemas. Já essa Soul irá bem melhor na terra, em compensação não vai render no asfalto o mesmo que a Taek, além de ser bem menos confortável.

      Eu por exemplo tenho umas 5 bicicletas. Uma para usar na cidade, outra para viagens, outra para trilha, uma mais simples para deixar presa na estação do Metro, uma dobrável para integrar com transporte público, mas a que eu mais uso é justamente a urbana.

      Pense nisso antes de escolher sua bike, se seu objetivo é andar no asfalto, procure uma urbana e não considere a suspensão como algo fundamental, uma hora tenho que trocar a suspensão e quando isso ocorre, nas urbanas eu troco por um garfo rigido, pois na cidade, suspensão só trás mais peso.

  89. Demais essa bike. Suei para montar algo parecido, se soubesse que já existia pronto, teria gastado bem menos tempo e dinheiro. Acabei comprando um quadro Gios, um garfo fixo, tirei um grupo Deore de uma MTB que tinha aqui em casa, meti bagageiro e importei uns paralamas. Ficou legal, mas deu um trabalho do cão.

    • Ser uma bicicleta de supermercado não deveria ser sinônimo de porcaria. Tomara que essa realidade mude definitivamente com a “abolição” das bicicletas “fulls” dos supermercados, aquilo sim são crimes…

      • Marcos, quanto menor o aro, mais arrancada e facilidade de manobra a pessoa tem, em compensação ela tem que fazer mais esforço para manter uma velocidade constante.

        Já um aro maior, pode ser mais demorado para atingir uma certa aceleração, mas é bem mais fácil de manter a velocidade. Portanto num trajeto urbano de 10 quilômetros, dois ciclistas, um com aro 26 e outro com 700, com certeza o com aro 700 irá fazer menos esforço no trajeto total.

        Uma aro 26 tem diâmetro de 597 mm já a aro 700 tem 622 mm. As bicicletas de montanha geralmente usam aro 26 pois quanto menor o aro mais fácil para fazer manobras. Já as bicicletas de estrada, todas usam aro 700.

        As bicicletas urbanas europeias seguem a mesma linha, usam aros 700, pois tem um rendimento melhor na cidade, as Tourings (para cicloturismo) também chamadas de híbridas, também usam aros 700.

        Vale a pena ler também esse artigo http://bicicreteiro.org/2011/03/16/conheca-a-pantaneira/ onde conto um pouco mais da história do MTB e do recente uso de aros 700 nas MTBs e suas diferenças de desempenho.

        Abraços

        André

Deixe uma resposta