Inauguração da Cicloterra do Butantã

Em setembro de 2007, com muita pompa, a Prefeitura realizou um evento no Estádio do Morumbi, onde foi apresentado o projeto desse sistema cicloviário. Com base na promessa da prefeitura, esse projeto deveria ser entregue em 2010 conforme o link abaixo.

http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=18675

Como sabemos que essa será mais uma promessa não cumprida, vamos inaugurar a Cicloterra criada onde deveria haver uma ciclovia e assim ir tentando cavar mais um espaço que tanto é renegado aos que desejam se deslocar de forma sustentável nessa cidade, com o mínimo de segurança e dignidade.

Mais eventos ciclísticos no sábado:

Esta sendo programado um “bonde” saindo da Praça do Ciclista, no sábado as 9h00 da manhã com destino ao local onde será inaugurada a Cicloterra.

Depois da inauguração, ocorrerá mais dois eventos importantes nesse dia. As 14h00, haverá uma apresentação de uma avaliação do Sistema Cicloviário do Taboão da Serra, realizada pelo Instituto CicloBR. A realização irá ocorrer no Parque das Hortências, que fica a cerca de 7 kms do local da inauguração da Cicloterra.

Veja esse mapa, o ponto A é o local de encontro para a ação da Cicloterra e B é o local onde ocorrerá a apresentação no Taboão da Serra. (http://is.gd/eeK8a)

Depois da inauguração que deve terminar por volta das 11h00, alguns ciclistas irão em massa até o Taboão, para participar dessa apresentação que terminará com um passeio pelo trajeto da atual ciclovia.

Ao final do passeio (por volta das 16h00) alguns ciclistas sairão novamente em massa, mas dessa vez para o Contraponto, que fica na Vila Madalena, para participar do Bicicleta lá Fora, promovida pela Ciclocidade.

Ação, pedal e diversão…

6 thoughts on “Inauguração da Cicloterra do Butantã

    1. bicicreteiro

      Ex Biker NÃO! Ex biker não existe, o vírus apenas está encubado e logo ele volta a ativa.

      Eu já passei alguns anos longe da bike, de 2001 até 2003 (quando andava de moto) e durante uns meses em 2006. Essas ausências só serviram para me mostrar que eu “preciso” de bicicleta, se ficar longe dela vou morrendo aos poucos.

      Não pare jamais, comece a pedalar com a gente, faça amizades e recoloque a bike na sua vida novamente. Acabei de mandar um email para uma pessoa que tem medo, disse que apesar de ser uma barra pedalar em São Paulo, mesmo assim ainda dá. Se quiser sempre terá alguém para te dar dicas de sobrevivência nessa selva urbana, pois qualquer ciclista dessa cidade sabe que uma das melhores maneiras de lutarmos por uma cidade mais digna para os ciclistas é tendo mais gente reclamando de cima das bicicletas.

      Quando quiser me fale que a gente vai tomar uma cerveja e de bike, basta uma volta para mostrar que é possível pedalar nessa cidade.

      Abração e obrigado pela visita ao meu blog.

  1. Pingback: Agenda do fim de semana « Outras Vias

  2. Pingback: Olha a Cicloterra! | O Bicicreteiro

  3. Pingback: Festa, trabalho e mobilização – bike hype :: apocalipse motorizado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.