Welcome to the jungle – Já estou na Amazônia!

image

Feliz, muito feliz. Apesar de acordar triste, com chuva, foi muito bom começar o pedal e ver que já estou em Floresta Amazônica.

Antes de Sorriso já percebi sinais dessa transição entre cerrado e amazônia, mas como cheguei de noite na cidade, não deu para ver com detalhes a vegetação.

Apesar da região estar bem devastada, com muitas fazendas de soja, toda fazenda tem que manter uma reserva legal de mata nativa e quando essa reserva é perto da rodovia você consegue notar a diferença.

Ontem abri mão das festas e preferi descansar. A ideia inicial era acordar cedo, chegar em Sinop até o meio dia e pedalar, no mínimo, mais uns 50 kms, mas ao ver a chuva fina que caía na cidade, desanimei.

Comecei a armar as tralhas na bike e sem muito ânimo comecei o pedal debaixo de chuva. Todo ciclista sabe a diferença entre pegar chuva no meio de um pedal e começar pedalando com chuva.

image

Logo que saí da cidade de Sorriso, subi até uma parte mais alta e consegui tirar uma foto que explica bem porque a cidade é a maior produtora de soja do mundo, mas a que custo?

image

Segui pedalando com chuva e já comecei a sentir diferença entre os animais atropelados. É difícil ver bichos nessas estradas movimentadas, pois além deles possuirem hábitos noturnos, o barulho dos carros sempre os afugenta. Mas notei uma enorme quantidade de sapos e cobras atropeladas. Obviamente vítimas das velocidades estúpidas imposta pela maioria dos motoristas.

image

Outro detalhe na paisagem, em Sorriso me disseram que eu iria encontrar muitas queimadas para a região de Sinop e realmente vi várias áreas com queimadas.

image

Segundo me disseram a lógica é a seguinte: Primeiro tacam fogo na floresta, pois é dificil de pegar os culpados. Depois já em terra arrasada, começam a soltar gado, pois ele não precisa de tanta devastação. Daí na terceira etapa, mudam o gado para outra fazenda e passam a plantar soja. Em tese, tudo dentro dos “conformes”.

Até então era aquele mar de soja e também cana de açucar. Isso mesmo, o nosso combustível “ecológico” já invadiu a floresta amazônica e a tendência é subir cada vez mais.

image

Já estava passando por pequenos trechos de Floresta e ficava cada vez mais claro a mudança da vegetação. Mas legal mesmo foi pegar um longo trecho com quase 2 quilômetros de floresta de cada lado. Ali bateu a emoção e percebi que estava já no segundo bioma da viagem, a Amazônia.

image

E o mais legal, com sinal de celular, assim pude mandar imagens na hora para a galera que me acompanha pelo Twitter.

O trajeto foi bem tranquilo, sem grandes subidas, a pista é um tapete, principalmente o acostamento. aqui o Pac mandou bem, não tão bem apenas no texto da placa.

image

Sai até tarde de Sorriso, as 9h00 da manhã e cheguei em Sinop as 16h00. Parada tranquila para almoço, muitas fotos e twittadas e quando pedalava conseguia manter uns 25 km/h fácil, esses pneus slicks dão uma diferença monstro e vou com eles até a BR-080, onde os cravos voltarão.

image

Amanhã fico novamente em Sinop, quero pedalar na segunda e aproveitar um bom trecho com sinal de celular para mandar muitas fotos de floresta amazônica pra galera. E hoje estou feliz pois já estou no segundo bioma da viagem, agora tenho uns 800 kms de floresta até Palmas.

5 thoughts on “Welcome to the jungle – Já estou na Amazônia!

    1. bicicreteiro

      Duvido que a Dilma acabe com isso, acho que com ela só vai piorar. Se fizer a mesma viagem daqui a 4 anos não verei 10% da mata que eu vi.

      Agora sobre os 25 km/h, a bike e os 50 dias de pedal fazem toda a diferença… rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.