Mapeamento de rotas continua!

Boa notícia, não teremos mais o cancelamento do Convênio com o Cebrap para a criação do Mapa de Ciclorrotas do Centro Expandido de São Paulo. O motivo exato do cancelamento não ficou claro, mas ao que tudo indica, não houve má-fé e sim uma avalanche de confusões e desencontros.

Ocorre que há um decreto que manda tudo que for relacionado a bicicletas, que esteja sobre gerenciamento da pasta de Transportes. Essa sempre foi uma luta dos ciclistas de São Paulo, a transferência ocorreu em 2009, durante a gestão do ex super secretário Alexandre de Moraes. Na época tínhamos medo de que ela fosse para lá e ficasse encostada. Mas na atual gestão, quem lida de forma mais direta com os técnicos, está percebendo que agora eles estão conseguindo avançar em vários projetos e encontrando bem menos dificuldades do que alguns anos atrás, ou seja, essa mudança “hoje” está sendo benéfica para os ciclistas.

Mas antes das Secretarias de Esportes e Transportes sentarem para regularizarem essa transição do convênio com o Cebrap para Transportes, alguém que ainda não descobri, dentro da pasta de Esportes, enviou uma carta ao Cebrap cancelando o convênio. Um contrato de cerca de 140 mil reais, sendo que a primeira parcela de 29 mil até já havia sido paga.

Quando fiquei sabendo, além de tornar público, comecei uma correria de bastidores na qual envolvi até o Prefeito Kassab, porque sabia que enviada a carta de cancelamento, há um prazo de 30 dias para que ela seja efetivada. Transcorrido esse prazo, o cancelamento do convênio seria irreversível. Nesse caso, mesmo que Transportes fizesse a transferência, seria necessário transcorrer novamente todos os trâmites burocráticos, impossibilitando a entrega em Setembro, no Dia Sem Carro e talvez nem antes do final dessa gestão.

Na terça, dia 19 de julho de 2011, nos reunimos lá na Prefeitura com todas as pessoas envolvidas no assunto, Sec de Transportes, Verde e Meio Ambiente, Cebrap e Gabinete do Prefeito e Esportes. Lá foi decidido que o melhor seria manter o convênio junto com Esportes e quando o mapa for finalizado, a sua base irá para a Secretaria de Transportes.

Já a segunda fase do Mapeamento, as demais regiões de São Paulo, seriam produzidas dentro da Secretaria de Transportes, evitando assim contratempos como esse. De qualquer forma foi bom demonstrarmos esse poder de articulação e mobilização e agora temos que seguir atento pois não só temos que lutar para termos conquistas concretas, bem como trabalhar para mantê-las.

André Pasqualini

8 thoughts on “Mapeamento de rotas continua!

  1. Pingback: Secretário de Esportes cancela o convênio para a criação do Mapa de Ciclorotas | O Bicicreteiro

  2. Duend Urbano

    As Ciclorrotas do Brooklin informam que o viário é compartilhado com os autos e pedestres, tem efeito educativo, sem limitar locais de estacionamento, é informativo de presença e limites de velocidade… Mas aí me pergunto, já que se tratam de Ruas de pouco movimento, baixa velocidade, “Traffic Callmem” ,não podemos ocupar o eixo como canteiro central, e diminuir as faixas dos autos…. Um pouco mais de infraestrutura ao invés de tinta !
    Evoluir sim, e a todos… Mesmo os mais egoístas vão ter aprender que compartilhar está na definição do porque Cidade… Muita mídia, politica, tinta e mapas de papel como metodologia de aproximar as pessoas dos autos aos humanos…, não está muito bem…
    A cada dia que pedalo vejo mais agressividades no trânsito, motorista de ônibus não me cumprimentam mais … E antes achavam que era apenas um coitadinho que não tinha carro, como o catador de papel e sua carroça, super respeitado em plena Avenida Paulista.
    O argumento da Secretaria de Esportes por ter cancelado o contrato das ciclorrotas, e transferência para a Secretaria de Transportes, foi justificada por tratarem de Lazer, e que ciclorrotas permanentes no sistema viário estão na gestão e responsabilidade do trânsito. E que responsabilidade, de conseguir implantar informações sem as devidas adaptações.

  3. basso69

    Bravo! Acompanho ansiosamente os desenvolvimentos ciclísticos em São Paulo e essas são notícias pelas quais torço encontrar todos os dias ao ligar o computador! Muito obrigado pela sua luta, André! Continue assim!
    um abraço,
    Pedro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.