Vem aí o 2º Desafio Bicicletas ao Mar

ATUALIZADO EM 22 DE AGOSTO DE 2012: Se você é um ciclista iniciante e só soube agora do Desafio, leia com atenção os objetivos do Desafio e entre em contato conosco antes de se inscrever para saber se será possível você participar. Agora se você é um ciclista experiente e quer fazer parte desse grupo que descerá a Rota Márcia Prado, ainda há algumas vagas. Leia também com atenção e se nossa filosofia se encaixa com a sua, faça parte do nosso grupo.

Uma boa maneira de saber mais sobre o Desafio é participando do nosso grupo de discussão no Facebook, clique aqui e faça parte.

O Desafio Bicicletas ao Mar é um evento que tem como objetivo principal, introduzir ciclistas iniciantes no mundo do Cicloturismo, levando-os a percorrer a Rota Cicloturística Márcia Prado, que liga São Paulo a cidade de Santos. Preparamos uma série de eventos e treinos para que qualquer ciclista consiga ganhar condicionamento e resistência para chegar ao mar apenas com as forças das próprias pernas.

Contando um pouco da história do Desafio, no início de 2012 pedalava com umas amigas pela Ciclofaixa de São Paulo e durante a pedalada comentava sobre minhas aventuras e sobre a história da Rota Márcia Prado. Ao saber da possibilidade de chegar pedalando até litoral, elas disseram que adorariam pedalar até Santos mas não acreditavam ser possível, foi quando lancei o desafio:

“Escolham uma data, daqui a pelo menos um mês, que eu as treino e todas chegarão a praia”

Não demorou e elas marcaram a data, dia 15 de abril de 2012, mas resolvi aumentar o meu desafio, então publiquei em meu blog o Desafio e convidei quem quisesse participar. Organizei treinos noturnos as terças e quintas, além de passeios mais longos em todos os domingos que antecediam o Desafio. O resultado?

Cerca de 200 ciclistas, entre iniciantes e experientes chegaram à praia. Todos que participaram dos treinos com regularidade, venceram o Desafio o que motivou a mim e a vários outros ciclistas a promoverem o Segundo Desafio.

Como e quem pode participar?

Para participar é simples, primeiro você terá que acessar a página do evento no Yubi. Lá você acessará todas as informações sobre o Desafio e fará a sua inscrição. Vamos cobrar uma taxa de R$50,00 por inscrição, que dará direito a uma planilha de treinamentos e uma camiseta do evento. Acesse o link abaixo para fazer sua inscrição.

http://2dbm.yubi.me/

O objetivo do Desafio é o de levar ciclistas iniciantes ao mar, se você é iniciante, inscreva-se e participe dos treinos. Se você é experiente, inscreva-se também e se junte a massa de ciclistas que estará disposta a ajudar a levar os ciclistas iniciantes ao mar. Lembre-se que um dia você foi iniciante.

Mas porque cobrar?

Com base na experiência do primeiro Desafio, sentimos a necessidade, primeiro de uma sinalização por toda a Rota. A falta de sinalização trouxe problemas pois poucos conheciam perfeitamente o caminho, o grupo acabou se dispersando e alguns até se perderam. Mas sinalizar a rota tem um custo, pois serão mais de 100 quilômetros de vias sinalizadas e o dinheiro da venda dos kits será para fazermos essa sinalização.

Apesar de todos os ciclistas iniciantes que participaram dos treinos, terem realizado a viagem sem maiores problemas, ocorreram pequenas quedas e até sérios problemas mecânicos com alguns ciclistas e sentimos falta de uma infraestrutura que nos garantisse maior tranquilidade. Portanto usaremos o dinheiro da venda dos kits para contratar ambulâncias e até termos a disposição carros de apoio para o caso de emergências se necessário.

Pretendemos também espalhar durante o trajeto alguns pontos de apoio para dar suporte físico e mecânico aos ciclistas. Vamos também convidar ciclistas do coletivo Bike Anjo para auxiliarem os ciclistas iniciantes durante a viagem e se sobrar dinheiro, pretendemos dar uma ajuda de custo para cada um.

Também faremos camisetas para os participantes com cores diferenciadas para os ciclistas iniciantes e os experientes. Isso irá facilitar, tanto os ciclistas experientes, como o pessoal da equipe de apoio, a darmos suporte a esses ciclistas. Claro que tudo isso vai depender de atingirmos um número mínimo de pagantes, o mais importante é que com dinheiro conseguimos dar um suporte melhor para os ciclistas.

Mas e os pipocas?

Não haverá como impedir os ciclistas que não pagaram, de percorrerem a rota no dia do evento e nem temos essa intenção, até porque utilizaremos as vias públicas e todos têm o direito de se deslocarem quando e como bem entenderem. Entre os pipocas haverá dois tipos de ciclistas, aqueles experientes, que não tem dinheiro (ou não acham justo pagar), mas querem pegar carona na massa e os que serão atraído pela informação de que o pedal é para iniciantes, mas que só saberão do Desafio na véspera do evento. O primeiro tipo de pipoca, por mim pode ir numa boa, a diferença é que a galera de apoio dará uma atenção maior aos ciclistas que pagaram e principalmente os iniciantes que treinaram, aliás o foco de todos serão esses ciclistas.

Já aqueles iniciantes que ficaram sabendo do evento na última hora, no dia do evento irei aconselhá-los a participarem do próximo desafio pois não acompanharemos os ciclistas sem uniforme que ficarem para trás, até mesmo para não prejudicar os ciclistas que fizeram toda a preparação, uma questão de justiça. Dificilmente esses ciclistas irão insistir, mas ficarão atentos para participarem do próximo desafio.

Mas porque um ciclista experiente tem que pagar?

Primeiro para ajudar na infraestrutura do passeio que também será utilizada por ele, pois não é simples sinalizar 100 quilômetros de Rota. São necessários uns dois dias percorrendo o trajeto, inúmeras placas, planilhamento da rota, além de toda infraestrutura de apoio que em caso de necessidade, qualquer ciclista, seja iniciante ou experiente, irá utilizar.

Mas nesse dia, precisaremos dos ciclistas experientes até mesmo para ajudarem os iniciantes. Se você é daquele ciclista que faz seu pedal solo e não gosta de ajudar os novatos, esse não é o seu pedal, sugiro que nem compre o kit. Agora se você é como nós, que também quer ver cada vez mais ciclistas pedalando pelas ruas e não mede esforços para ajudar outro ciclista a pedalar, sua presença é super importante, tanto durante essa etapa de preparação e até mesmo durante a viagem. Além do mais, você receberá uma camiseta bem bacana e exclusiva, do Desafio, que por si só já valeria o investimento.

Sou iniciante, será que eu consigo?

Se você se preparar a resposta é SIM! Dos 200 ciclistas que participaram do último Desafio, metade nunca haviam realizado uma Cicloviagem e todos que participaram dos treinos chegaram a praia. Portanto programe-se, treine e vença seu desafio.

Hora de começar a treinar, quando começa?

Os treinos se iniciaram no dia 22 de julho de 2012 e programamos uma série de 17 treinos até o dia do Desafio. A hora de testar seu condicionamento é nesses treinos e a partir de então pensar em encarar o Desafio. Veja o cronograma de treinamentos que restam até o Desafio e participe de algum treino para avaliarmos sua condição.

http://2dbm.yubi.me/calendario_de_treinos.html

Restam apenas 4 treinos sendo 3 durante a semana um um de domingo.

26 de agosto (domingo) – Sorocaba via São Roque: Uma rota bem mais bonita que a inóspita Castelo Branco, mas com um maior nível de dificuldade, uma verdadeira prova final para os desafiantes.

Abaixo confira os relatos dos demais treinos.

29 de julho (domingo) – Templo Zu Lai: Um pedal até o famoso templo Budista em Cotia, trajeto curto para quem voltar de trem (50 km) e médio para quem voltar pedalando (80 km). Leia o relato.

05 de agosto (domingo) – Ciclovias e Ciclofaixas: Percorrendo todas as Ciclofaixas de Lazer da cidade e suas maiores ciclovias, como a do Parque Ecológico do Tietê, da Radial Leste e a Ciclovia da Marginal Pinheiros. Leia o relato.

12 de agosto (domingo) – Solo Sagrado: Belíssimo templo da igreja Messiânica que deve ser conhecido por todas as pessoas, independente de religião. No caminho ainda passaremos pelo Parque da Guarapiranga. Leia o relato.

19 de agosto (domingo) – Paranapiacaba: Ao se aproximar da data do Desafio aumentamos o nível de dificuldade. Nesse pedal o ciclista irá percorrer boa parte do início da Rota Márcia Prado, um ótimo aquecimento para o dia do Desafio. Leia o relato.

Uma boa dica é entrar para o nosso grupo de discussão no Facebook, faça parte e tire suas dúvidas sobre o Desafio.

André Pasqualini

Veja todos os links relevantes referentes ao Desafio Bicicletas ao Mar

Página para a inscrição no Desafio

Página do evento no Facebook

Grupo de discussão do Desafio Bicicletas ao Mar no Facebook

Página com o calendário dos treinos

Post no Bicicreteiro com dicas para descer a Rota Márcia Prado

68 thoughts on “Vem aí o 2º Desafio Bicicletas ao Mar

  1. Pingback: Chegou o dia do Desafio, e agora? | O Bicicreteiro

    1. Leonardo Kubota

      Então porque perdeu seu precioso tempo trollando aqui? A maioria aqui acha ao contrário. Mas você, como um bom leitor, leu também que nao iremos impedir ninguém de descer.

    2. bicicreteiro

      Vei, na boa… ce nao axa mas tem genti que axa, respeita quem não se importa em pagar. E ninguém tá te obrigando a pagar não… Se quiser ir de pipoca vai lá, ninguém vai te derrubar da balsa, fica di boa…

  2. Silvio Furukawa

    Boa noite, André. Primeiramente, parabéns pelo trabalho. Sou de SJCampos e até hj não pedalei pela cidade de São Paulo. Fiquei sabendo do 2º Desafio por um amigo meu. Nunca desci também a rota Márcia Prado, portanto sou iniciante para a rota e tenho muita vontade de conhecê-la. Pelo o que eu obsevei nos comentários acima, para ir com o grupo é necessário, além da inscrição, obter o brevê. Ainda está em tempo para fazer a inscrição? Como consigo o brevê?
    Se for por avaliação do perfil do meu pedal, posso te mandar uma planilha com alguns passeios que fiz (eu uso um Garmim e fica fácil).
    Saudações.

    1. bicicreteiro

      Se você tem certeza que consegue descer a Rota Marcia Prado numa boa, se inscreva como ciclista experiente e lá tem um campo para você contar a sua experiência. Faça isso que com base nela eu já preencho o Brevê e te entrego autorizado no dia, junto com a camiseta. Abs.

  3. Pingback: Penúltimo treino, rumo a Paranapiacaba | O Bicicreteiro

  4. Pingback: Próximo Desafio, destino Paranapiacaba | O Bicicreteiro

  5. Livia

    Pq nao contatar uma das empreses de onibus que fazem a subida e reservar um onibus para a volta com venda de passagem antecipada paga na hora da inscrição?

    Livia

  6. Livia

    Andre,
    Boa tarde

    Qual estimativa de tempo para a descida? Qual seria previsao de chegada em Santos? Existe a possibilidade da compra antecipada da passagem de volta, pois as companhias de onibus somente levam no maximo 05 bikes por viagem.
    Fizemos no dia 22/07 uma descida pela MOGI/BERTIOGA e a volta complicou um pouco devido ao numero de bike que foram.

    Livia

  7. Luis Ricardo Carvalho

    André, bom dia!
    Estamos nos preparando para o desafio!
    Nosso treinamento tem consistido em três pedais semanais, em média 40km por pedal
    Neste sábado, dia 11/08, vamos pedalar até Aparecida do Norte, distante 92km de onde moramos.
    Será o auge de nosso treinamento.
    Se tudo ocorrer como imaginamos, acreditamos que estaremos “prontos” para encarar o desafio ao lado de vocês.
    Contudo, precisamos saber se é obrigatória a participação em algum treino com vocês? como conseguiremos o brevê?
    aguardamos
    Ricardo e família

  8. Lucas

    Olá, Acabei de saber sobre o desafio. Gostaria de participar dos treinos de final de semana. Faço a inscrição normalmente e me encontro com vcs nos próximo treino?? E a camiseta eu pego no dia?? Ah, já fiz a Rota Marcia Prado ano passado, mas foi o maior que já fiz, isto é, não sou tão experiente assim hehehe. Vlw. Agradeço a atenção.

  9. Pingback: Próximo treino, desafio do Solo Sagrado | O Bicicreteiro

  10. sergio furtado

    Participei pela 1a vez em grupo aqui em sao paulo, confesso que fiquei um pouco apreensivo, Bem deixando os pormenores de lado, gentileza informar, se devemos levar mochila no dia do desafio e se existirá algum apoio para a bagagem ou cada um se vira como pode?

    1. bicicreteiro

      Participou de um pedal do nosso grupo? Que pedal? Quais os problemas? Pode relatar seus problemas para podermos melhorar. Nesse link aqui dou várias dicas de como descer a Rota Marcia Prado. É cicloturismo e cada um tem que levar sua bagagem, mas como é apenas um dia não será necessário levar muita bagagem. Nesse link tem várias informações importantes para o cicloturista de primeira viagem.

      http://35.192.31.213/2012/04/12/dicas-para-o-cicloturista-descer-a-rota-marcia-prado/

    2. sergio furtado

      Sim, participei na ultima terça feira, quanto à minha apreensão foi, falta de entrosamento junto aos participantes e logo na saída do parque, houve um problema de visualização do semáforo que quase passaram no vermelho e depois fomos na contra mão. Acho que para um pedal dentro da cidade e com supostos iniciantes devemos ter mais cautela., só isso.

      1. bicicreteiro

        Sergio, entre cometer pequenas “infrações” de trânsito e colocar os ciclistas em risco, prefiro o primeiro. Aquele lance do semáforo foi cagada minha, eu simplesmente vi o vermelho e achei que estava verde. Não me pergunte o que aconteceu pois nem eu sei como explicar, acho que fiquei daltônico na hora. Por sorte o Thiago viu a merda que eu estava fazendo e segurou a massa.

        Depois seguimos por uma quadra na contramão para acessar a Abílio Soares, sempre que pegamos a Abílio fazemos isso, não só eu como a maioria dos ciclistas que saem do parque por aquela via. Seria bem pior ter saído pelo Empurra Empurra com aquela massa só para seguir as regras de trânsito, mesmo assim seríamos obrigados a pedalar na calçada.

        Mas nada disso seria problema se nossos governantes tivessem o bom senso e planejassem a cidade para os ciclistas também, bastava uma pequena ciclovia cortando aquela praça, ou mesmo uma guia rebaixada para que ninguém fosse obrigado a pedalar de forma clandestina.

        Essa é a nossa tônica, tentamos sempre fazer o que é mais seguro para o ciclista e se o mais seguro for ter que cometer pequenas infrações de trânsito, não hesitaremos em fazer. Abs

  11. Rodney De Souza França

    Olá, boa tarde meu nome é Rodney, trabalho em uma loja na região da Granja Viana Cotia, e gostaria de saber se podemos fazer alguma parceria para o dia do evento, com carro de apoio mecanico, vendas de peças de reposição e mão de obra para eventuais problemas que ocorrerem durante o percusrso, podendo tbm disponibilizar o translado de até 10 bikes para os clientes que moram na região da Granja Viana, e municipios proximos que tem interesse em fazer uma revisão na bike depois do passeio tendo o custo de apenas R$100,00, Sendo transporte da bike de Santos para a oficina da loja, revisão + delivery até a residencia do cliente. Abaixo segue nossos contatos.

    Nosso telefone é (011)4612-1225

    Nosso E-Mail é : biketrends@biketrends.com.br

  12. Ricardo

    Na boa, cada um tem o direito de achar o que quiser, mais quando for dizer algo diga na cara e não coloca em uma discução, esse tipo de coisa não cabe nem cometario, pois a rua é livre e o trajeto tambem, se não quiser fazer com o pessoal vai só.ri

  13. Ne Furriel

    Kamikaze, tem todo o direito de achar o que quiser, como todos nós, vai quem quer, paga quem quer, pedala quem gosta, já fiz esse trajeto várias vezes e participarei pela oportunidade de novas amizades, o que já aconteceu, apoio toda e qualquer iniciativa que colabore para que existam mais ciclistas nas ruas, parques, praias, rodovias, etc, se tivesse direito apenas a camiseta ainda assim pagaria, existe muita corrida de rua onde também o espaço é publico e o valor é muito maior, e tem muita gente que participa e fica muito satisfeito. O importante é ser feliz!

    1. Leonardo Kubota

      Pior o cara nem dar as caras. Um simples covarde que se esconde atras do PC. Um cara desse não tem credito nenhum. É lixo.

  14. claudio iurk

    Na boa, acho o preço justo…
    Independente se vai ter lucro ou não, eu quero ir no passeio com segurança, não condeno quem não quer pagar, mas ficar dizendo essas coisas de “que tem gente querendo embolsar” é no minimo inveja…

    E não vejo dessa maneira, tipo alguem querendo embolsar, eu vejo alguem que está prestando um grande serviço e nada mais justo do que ser remunerado por este serviço.

  15. kamikazi

    Ja pensaram que 200 x r50,00 sao 10.000? Acho o valor absurdo, ja fiz esse trajeto e é de boa! Pra mim tem gente querendo embolsar uma grana facil!

    1. bicicreteiro

      Alguém está te obrigando a pagar? Só um detalhe, dentro desse valor tem os custos de sinalização, ambulância, camiseta dos participantes, pontos de apoio, monitores “pagos” para ajudar os ciclistas iniciantes e principalmente os treinos, nada menos de 17 treinos para o pessoal se preparar.

      Quer saber, tem uns malas que só sabem trollar, fazer algo de verdade para colocar ciclistas nas ruas malas fakes não fazem. VTC!

    1. Ne Furriel

      Rafael dá pra voltar de ônibus , como já fiz algumas vezes, e da pra voltar pedalando também, se vc estiver cansado empurra, toma uma ducha no meio da serra e vem curtindo… O importante é ser feliz!

    1. bicicreteiro

      Não haverá. Se conseguirmos vender todos os Kits teremos uma ambulância lá no parque e no máximo uma pessoa de carro em Stand-by para buscar alguém que tiver algum problema. O mais importante do Desafio são os treinos, queremos que ciclistas iniciantes vençam o Desafio mas é fundamental que eles treinem e opções não faltam, tem ciclistas de outras cidades treinando por conta.

      Se o ciclista iniciante que se inscreveu, não participou de ao menos um dos treinos do Brevê, não daremos a camiseta para ele e o desaconselharemos a descer nesse Desafio, esperar o próximo e participar dos treinos. Quem vem participando dos treinos tem evoluído rapidamente e esse é o objetivo. Não é um passeio controlado, queremos que os ciclistas vençam seu Desafio pessoal. Abs

  16. Rafael Science

    Essa descida é realmente muito legal, recomendo a todos. Espero que tenham sinalizado melhor as vias e colocado avisos de perigo nas curvas perigosas da descida. O resto é perfeito, só pedalar e se divertir !

  17. Pingback: Próximo desafio, pedal das Ciclofaixas e Ciclovias | O Bicicreteiro

  18. Ricardo

    André, parabéns pela sua iniciativa!
    Sou de São José dos Campos/SP e pretendo participar do pedal com meu irmão, cunhada e sobrinhos.
    Somos iniciantes, contudo com pedais regulares de 30 a 50km, duas ou três vezes por semana.
    Como não será possível partciparmos dos treinos em SP, faríamos por aqui mesmo e nos encontrariamos em SP no dia do pedal.
    Pode ser?
    Grato!
    Ricardo

    1. bicicreteiro

      Olá Ricardo, voces podem participar mas seria interessante que ao menos em um final de semana de treinos vocês viessem pedalar conosco, até para vocês terem a segurança necessária de que conseguirão pedalar. Se não conseguirem, tentem fazer ao menos um treino por aí com um trajeto de 100 kms, se conseguirem, as chances de se darem bem no Desafio são grandes. Se inscrevam e vão me mandando por email as quilometragens e trajetos de vocês para eu poder liberar o Breve no dia. Abs

  19. Luiz Antonio Reis

    Estou pensando em participar, só que sou de Santos, e estava pensando e me juntar a uns 3 amigos, irmos de carro com um motorista para retornar com o carro.
    Você acha que seria possível?
    Qual o local da saída?
    Obrigado

    1. bicicreteiro

      Acho mais interessante vocês subirem de ônibus, descer no Jabaquara e ir pedalando até a Ciclovia da Marginal Pinheiros, ali na Vila Olimpia, onde será a saída. Se arrumarem alguém que deixe vocês as 7h00 da manhã na Vila Olimpia de carro, pode ser uma boa alternativa.

      Abs

      1. Willian Sousa

        André

        Qual distância no pedal aprox. do Jaba até o ponto de encontro na ciclovia da Marginal?

    2. Willian Sousa

      Oi Luiz

      Se você ler este post meu ficaria muito feliz. Sou de SV e tb quero ir nessa trip. Acho que o que o André falou é bacana, vamos de busão e encontramos que o resto lá o que acha?
      Qualquer coisa, anota aí (williandgs@gmail.com)

  20. Vinicius

    Poxa, vou começar a usar a bike pra trabalhar semana que vem, voltando a pedalar agora não me arrisco, mas penso em dar uma chegada no treino, principalmente da avenida guarapiranga, mais pra conhecer uma galera e quem sabe pegar umas dicas pra um rendimento melhor.
    E pelas fotos que vi, uma soul flow não seria legal pegar a rota.
    Mas pro ano que vem, nem que tenha que pegar uma outra bike, irei certamente.

    1. bicicreteiro

      Vinicius, tem gente com essa bike participando do treinamento. Não é a melhor bike do mundo para fazer o Desafio, mas também não é algo impossível. Participe de um dos treinos para saber sua condição, só assim para saber se você consegue ou não pedalar. Abs

      1. Vinicius

        Vixi,
        Agora fiquei sem o que responder.
        Vou tentar aparecer no parque do ibirapuera já na terça. É longe, mas vamos ver.
        Dependendo de como for, já faria o pagamento na semana seguinte.
        Mas depois de 6 anos sem pedalar, fazer uma preparação relampago e conseguir um pedal desse. Certamente seria uma vitória sensacional.

      2. bicicreteiro

        Irei publicar em breve no blog alguns relatos de pessoas que participaram do último Desafio e que vieram de situações parecidas com a sua. Apareça sim nos treinos, vencer esse desafio só depende de você. Abs

  21. Rodrigo Alves Bottini

    Gostaria de tirar uma duvida, sou cadeirante e possuo uma Handbike e gostaria de participar dessa viagem, quero saber se posso participar dos treinos qualifiquatorios e se obtiver o desempenho necessário p

    1. bicicreteiro

      Oi Rodrigo, será um prazer te ajudar a chegar a praia, mas peço que primeiro participe de um treino de semana, preciso ver sua bike e sentir seu desempenho, pode ser?

      Algumas partes do trajeto, tanto dos treinos aos domingos, como do dia do Desafio, será necessário carregar a bicicleta nas costas. Isso não é um impeditivo, até porque, como você deve ter visto numa foto no post, a galera se une para ajudar o pessoal e com você não será nada diferente, mas será bom estarmos preparado para essas situações. Você pode participar de um treino de semana antes de participar de um treino de domingo?

      Abs

      André

  22. Denise

    Sou de Rio Grande da Serra e fica inviável participar dos treinos em São Paulo…
    estou dentro do desafio e estarei no Pedal para Paranapiacaba dia 19/08.

  23. Pingback: Desafio bicicletas ao mar. « Comer, rezar e pedalar

  24. Ednei Parmigiani júnior

    Olá, sou de Valparaíso, interior de SP, eu e mais dois amigos estamos dentro neste desafio. Estamos contando os dias!!.
    Dúvida: como é o trajeto, asfalto, terra ? descida, subida ? Vai ter ponto de apoio com água ?
    abraços.

    1. bicicreteiro

      Muitas informações sobre o trajeto tem no link abaixo. Mas tem subidas, descidas, trecho em terra, asfalto, tem de tudo. Leia com atenção esse link abaixo e se ainda tiver dúvidas pergunte.

      http://35.192.31.213/2012/04/12/dicas-para-o-cicloturista-descer-a-rota-marcia-prado/

      Há bares e pontos de apoio durante o trajeto, mas pretendemos incluir mais alguns pontos de apoio no dia. Vai depender de quanto conseguirmos arrecadar com a venda dos kits.

  25. Pingback: Encontro, Pedal e Oficina de Cicloturismo no Lançamento do 2º Desafio Bicicletas ao Mar | O Bicicreteiro

  26. Pingback: Dicas para o cicloturista descer a Rota Marcia Prado | O Bicicreteiro

  27. Wagner

    André, me interessei muito no desafio e devo ir junto com dois amigos, mas ficou uma dúvida, como volta?
    Acredito que, pela falta dessa informação, cada um tenha de se virar pra voltar né?
    Abraço!

    1. bicicreteiro

      Wagner, é comum na prática do Cicloturismo e principalmente no caso dessa descida para a praia, a volta ser de ônibus. No caso da Rota Marcia Prado, as empresas que fazem a linha Santos – Jabaquara já estão acostumadas a receberem os ciclistas. Abs

      1. Ricardo

        Olá, fiquei sabendo do desafio, e achei muito legal. Gostaria de saber se vocês irão fazer 3º Desafio de bicicletas ao mar?
        Se sim, Qual seria a data, para me programar até sem perder os treinos, que eu acho muito importante, mesmo já ter percorrido distâncias longa.
        Vocês já pensam no 3º desafio também?

      2. bicicreteiro

        Oi Ricardo, com certeza haverá um 3º Desafio, mas nem dá para pensar na data ainda. Aconselho a você entrar para o grupo de discussão do Desafio no Facebook e acompanhar por lá as movimentações desse e do próximo Desafio. Abs

    1. bicicreteiro

      Quem me conhece sabe que nada do que eu divulgo é restrito, nem o Desafio, pois apesar da cobrança do Kit, se alguém resolver ir, não será impedido, principalmente os ciclistas experientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.