Chegou o dia do Desafio, e agora?

Esse post é para você que pretende participar do 2º Desafio Bicicletas ao Mar. Agora é hora de atenção e dos últimos ajustes para que a viagem seja maravilhosa, não apenas para você, mas para todos os ciclistas que irão chegar ao mar. Portanto peço que todos leiam com atenção esse post, seja ciclistas iniciantes, experientes, pipocas, piratas, todo mundo!

Das Inscrições

Apesar das vias serem públicas e qualquer pessoa ter o direito de circular, o trajeto passa pelo Parque da Serra do Mar, justamente em seu trecho de descida. O Parque é uma área de proteção ambiental com controle de acesso, os ciclistas precisam de autorização para passar pelo parque. Para realizar o Desafio, solicitei uma autorização onde assino por responsabilidades civis e criminais. Também sou obrigado a entregar uma lista com o nome de todos os participantes com a devida assinatura de cada um.

A lista que irei entregar é exatamente a que o sistema de inscrição do site do evento irá me disponibilizar, ou seja, quem não se inscrever no site, não terá acesso ao Parque, ao menos com o nosso grupo. Caso essa pessoa queira ir por conta, ela que peça outra autorização ao Parque. Caso você queira ir com o nosso grupo, mas não quer pagar a inscrição, você terá que preencher o formulário de inscrição no nosso site até as 21h00 do dia 31 de agosto de 2012, ou até se esgotarem o limite de 300 vagas. Após essa data não garantiremos a entrada de ninguém no parque.

Lembrando que mandamos fazer apenas 200 camisetas sendo que restam menos de 30 para serem vendidas. Se sobrarem camisetas  no dia, venderemos para os inscritos que resolverem pagar na hora, mas caso você queira garantir a sua, o melhor é pagar a inscrição e fazer o depósito. Os dados para pagamento você encontra na página de inscrição.

Do Termo de Responsabilidade

O Desafio não é uma invenção minha, posso ser a pessoa que coloca a cara a tapa, que centraliza a organização, mas basicamente, o Desafio é um evento criado por um grupo de ciclistas e todas minhas decisões é com base no que foi discutido no nosso grupo no Facebook, grupo esse que qualquer pessoa pode participar. Foi justamente lá que surgiu a ideia do Termo de Responsabilidade que nada mais é que uma adaptação desses termos que assinamos quando vamos fazer qualquer atividade de risco (trekking, escaladas e até mesmo passeios de bicicleta), raramente vejo alguém se recusar a assinar.

Pois bem, para o ciclista entrar no Parque ele terá que entregar o Termo de Responsabilidade assinado, caso ele se recuse a assinar, significa que ele não quer entrar no parque com o nosso grupo, um direito que irei respeitar, mas não irei garantir a sua entrada no parque, mesmo se ele se inscreveu e pagou. Se quiser conferir o conteúdo do Termo de Responsabilidade clique aqui. Não é necessário levar o termo impresso e assinado. Lá na saída da Ciclovia, junto com a entrega dos Brevês e dos Kits é que entregaremos esse termo. Assim você terá todo o trajeto para assinar e entregar aos ciclistas no parque.

Dos horários do evento e a entrega dos Kits

O ponto de concentração do evento é a Ciclovia da Marginal Pinheiros, no acesso junto a estação Vila Olímpia da CPTM e os horários serão os seguintes:

6h30: Início da entrega dos Kits
7h20: Encerramento da entrega dos kits e palestra sobre a viagem
7h30: Partida dos ciclistas rumo a Santos

Peço por gentileza que todos cheguem cedo, não deixem para chegar as 7h15, pois não iremos atrasar nossa saída, o cronograma será exatamente esse.

Quem ainda não retirou o Brevê, assim que chegar na ciclovia, procure nosso monitor com os Brevês e retire-o. Com o Brevê ele receberá o termo de responsabilidade e a planilha com informações do trajeto. Todos os ciclistas inscritos, pagando ou não, terão direito ao Brevê e a Planilha.

Depois de retirado o Brevê, se você pagou a inscrição, vá até o seu grupo (Iniciantes ou Experientes e retire sua camiseta). Se você já está com seu Brevê, vá direto para seu grupo retirar a camiseta.

Após a largada

Dada a largada a massa vai sair, cada um no seu ritmo. O trajeto estará sinalizado e você ainda receberá a planilha com detalhes do trajeto, portanto você poderá fazer o pedal no seu ritmo, só não pode ser mais lento que o meu, que estarei lá no fundão. Portanto se você estiver de boa, tirando fotos dos passarinhos e ver a minha aproximação, é melhor pegar a bike e partir. Todos que participaram dos treinos têm condições de percorrer o trajeto numa boa.

Ciclistas experientes que já fizeram trajetos de 100 km no asfalto, ou 50 na terra em um dia, também estão aptos a pedalar no ritmo que irei impor. Não irei impor um ritmo alucinante, pelo contrário, meu ritmo é bem lento, mas o suficiente para o ciclista percorrer a rota e chegar de dia em Santos.

Ciclistas iniciantes que não treinaram, leiam mais a frente as observações. O pessoal do apoio dará uma atenção maior aos ciclistas com camiseta por motivos óbvios, primeiro porque a maioria já se conhece por causa dos treinos, segundo, pois a camiseta é a única forma de sabermos quem está no grupo fazendo a rota. Os sem camiseta que eu acabar deixando para trás, terão que me avisar, do contrário não terei como saber se eles estão no grupo ou não.

Também não adianta sair num gás, impondo um ritmo mais forte que o do primeiro pelotão, pois os guardas do Parque estão orientados a permitirem o acesso dos ciclistas, apenas depois da chegada dos ciclistas do primeiro pelotão, até porque eles estarão levando a lista dos participantes. Essa chegada no parque deve ser entre 10 e 11 horas da manhã. Se você tinha a intenção de encontrar o pessoal no caminho, aconselho a sair mais cedo de casa, usar o Metro e a CPTM se necessário, e seguir para o ponto de partida na Vila Olímpia, pois não faremos entrega dos kits no meio do trajeto.

Ao chegar no parque, os ciclistas terão que entregar o termo de responsabilidade aos nosso monitores logo na entrada. Depois seguirão até a rotatória, onde o Gallo (que estará guiando o pelotão da frente) fará uma vistoria em cada bicicleta, com atenção especial aos freios. Ali os ciclistas terão que assinar uma lista que será entregue ao parque, você verá o seu nome e assinará a presença, simples. Essa lista ficará com o Parque, já o Termo de Responsabilidade ficará conosco.

E os ciclistas iniciantes que não participaram de nenhum treino?

Esses são uma incógnita, sempre digo que um ciclista que está acostumado a pedalar uns 50 quilômetros num domingo, na Ciclofaixa, tem condições de percorrer a rota. Os treinos não serviram apenas para condicionar os ciclistas, mas principalmente para orientarmos a melhor forma de preparar a bicicleta e técnicas de pedaladas, principalmente nas subidas. Recomendo que todos os ciclistas nessas condições leiam com atenção esse post, onde dou dicas de como preparar sua bicicleta para descer a Rota Márcia Prado.

Os que estarão sem Brevê terão uma palestra comigo antes da saída e o verdadeiro ocorrerá nos primeiros 20 quilômetros. Logo que saírem da Ciclovia, uns 2 quilômetros adiante há uma forte e curta subida. Se o ciclista subir ela inteira pedalando, podemos dizer que ele pode seguir em frente numa boa. Se ele sentir a necessidade de empurrar é bom ligar o sinal amarelo.

Antes de entrar na Belmira Marin, o ciclista já poderá escolher entre virar a direita e descer até a estação Grajaú e ser preparar para o próximo Desafio, ou seguir em frente, mas mais adiante há outra longa subida antes de entrarmos na segunda balsa. Os ciclistas que eu encontrar empurrando ali, vou aconselhá-los a voltar e treinar para o próximo.

Aliás fica a dica, não é necessário descer para empurrar em nenhum trecho da viagem, exceto em algumas subidas em terra, com pedras soltas, pois no asfalto não há essa necessidade. Se o ciclista cansou, pare, respire, tome um gole d’água e assim que o batimento cair, continue subindo. Descer e empurrar só piora a sua condição, pois você passa a usar outra série de músculos e corre sério risco de sentir câimbras.

No sábado se alimentem bem, nada de abusar do álcool e nada de inventar na culinária, comam aquilo que vocês estão acostumados a comer. Tentem dormir cedo (apesar de ser difícil com tanta pilha), mas descansem. Peça para o namorado(a) fazer uma massagem, coloquem uma música zen no quarto, vale até insenso, desde que vocês consigam relaxar.

Podem abusar dos carboidratos no sábado (mas no almoço e não na janta) e para comer durante o trajeto, façam um sanduba, comprem frutas secas, castanhas, barras, gels, pois diferente de alguns treinos, não há lugares onde a gente possa almoçar, portanto temos que levar nossa comida.

É isso pessoal, agora é esperar o domingo chegar e vencer mais um Desafio, espero que vocês pedalem com segurança e ao final a gente só tenha motivos para se alegrar com a conquista de cada um. Se cuidem e até domingo.

André Pasqualini

2 thoughts on “Chegou o dia do Desafio, e agora?

  1. Andrea

    Olá! Vcs tem previsão quando ocorrerá o próximo Desafio? Já participo de alguns percursos de cicluturismo mas queria fazer a rota Márcia Prado, mas não me animo a ir no próximo dia 16 com o CicloBr em razão do número de pessoas. Obrigada,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.