O Desafio dos Desafios (DBMs)

foto01

 Se você entrou agora no Blog e não tem a menor noção do que vem a ser o DBM, primeiro leia esse texto sobre sua história e depois volte aqui para continuar a leitura.

No dia 19 de maio de 2013, organizei o que deveria ser o pedal final do 3º DBM, viagem essa que deveria ter sido realizada no dia 24 de março de 2013, mas que não aconteceu por causa da interdição da Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes depois de uma série de desmoronamentos que ocorreram em meados de fevereiro bloqueando por completo a estrada. Devido a esse contratempo tivemos que mudar o trajeto da descida para Ubatuba e resolvi organizar uma descida extra pela RMP quando ela fosse reaberta.

Como não tinha mais dinheiro para custear os carros de apoio e a ambulância para a descida, resolvemos criar um “Certificado de conclusão do DBM” e vendê-los por 10 reais a fim de disponibilizar uma lembrança aos ciclistas e arrecadar uma grana para custear esse apoio. Vendemos previamente cerca de 50 certificados, mesmo assim resolvi imprimir o restante dos certificados e entregá-los aos ciclistas que chegassem a Santos.

Se você pagou, mas não retirou seu certificado, fique tranquilo que irei mandá-lo pelo correio no endereço cadastrado na loja virtual. Agora se você que venceu o Desafio quiser um certificado, compre agora na loja virtual por 10 reais que eu envio pelo correio no endereço solicitado, abaixo um modelo de como ficou o Certificado.

certificado3DBM

Posso garantir que esse foi o DBM em que eu mais me estressei, por isso quero pedir desculpa a todos que tiveram que conviver com minha rabugice durante todo o DBM, tentei criar um formato que tivesse o máximo de qualidade, atingisse um número maior de ciclista e que tivesse um índice menor de desistências, mas o que eu criei foi algo muito complicado e com várias brechas para ter dores de cabeça.

Infelizmente tenho que deixar de ser bonzinho e por causa de uma minoria tomarei algumas precauções que eu considero chatas mas que me darão proteção contra pessoas má intencionadas e que só conseguem enxergar o DBM como uma mera relação de consumo. A maioria dos participantes compreendeu bem, não apenas o espírito, mas principalmente as regras do DBM e usaram muito bem as possibilidades que criamos para vencerem seus Desafios pessoais. Até para dar uma maior tranquilidade para essas pessoas, no próximo será tudo preto no branco, teremos o retorno dos brevês e o foco principal nos Desafiantes, aqueles que realmente precisam do DBM a principal razão para tanto esforço nosso.

O lado bom é que já testamos 3 fórmulas diferentes em cada DBM, foram vários testes, algumas coisas funcionaram muito bem, outras deram um trabalho imenso e não foram eficazes, mas no geral os DBMs foram úteis para a maioria dos ciclistas que se propuseram a participar. Com base nessas experiências, teremos mudanças significativas no próximo DBM que terá como principal objetivo reduzir ao máximo a quantidade de desistências e também fortalecer o espírito de grupo e solidariedade que já faz parte da nossa essência.

Algo que aprendi nesse DBM (e no segundo) é que naturalmente se formam grupos com ciclistas que andam no mesmo ritmo, mas isso não significava que todos esses ciclistas eram experientes, todos careciam de algum tipo de informação.

A sinalização também foi útil, o problema era o trabalho para sinalizar, sem falar dos  riscos de depredações, as vezes até institucionais como ocorreu em Ribeirão Pires quando a própria prefeitura da cidade arrancou nossas placas, por isso desisti de investir em sinalização nos próximos DBMs.

Vou adiantar aqui algumas mudanças que teremos, a começar pela quantidade de inscrições, serão apenas 100 ciclistas. Não teremos mais as categorias Masters e Praieiros, teremos apenas os Desafiantes e criaremos uma nova categoria, o Super Desafiante, com o objetivo de atender aquele ciclista que já tem melhor condição física e que precisa apenas aprender um pouco mais de técnica para aumentar seu desempenho no pedal, consequentemente ele terá um Desafio a altura da sua condição física.

A outra novidade é que antes de iniciarmos o Desafio, faremos uma avaliação individualizada com todos os ciclistas e com base nessa avaliação distribuiremos os ciclistas em cinco grupos mais homogêneos, sendo que os dois primeiros grupos serão os dos Super Desafiantes.

Essa divisão fará com que cada grupo possa pedalar no mesmo ritmo e dessa forma realizarmos um trabalho mais individualizado. Além disso cada grupo terá um “Tutor” que será responsável por passar os treinos que criarei ao seu grupo e esse tutor terá a ajuda de 5 guias. O mais interessante é que tanto os tutores como os guias, em sua maioria são ex-desafiantes, como já ocorreu entre com os Guias (Os vermelhinhos) do 3ºDBM, em sua maioria participantes das edições passadas. Mais uma forma de motivar os participantes a vencerem o Desafio, já que eles terão como tutores alguém que é prova viva de que com força de vontade e dedicação, qualquer um chegará lá.

Também irei estimular uma espécie de competição entre os grupos, mas não a competição de quem chega primeiro, mas sim o grupo que consegue chegar no último dia do Desafio com menor número de desistências. Já eu terei um papel mais didático do que prático, nesse formato poderei flutuar entre os grupos passando alguns ensinamentos mais específicos.

Já falei demais e vamos deixar o resto como surpresa para quando lançar de vez o próximo Desafio, algo que deve ocorrer ainda em maio. Sinceramente não sei se essa é a fórmula ideal mas garanto que sua busca será permanente. Ainda tenho o sonho de realizar um grande DBM, para mais de dois mil ciclistas e de graça. Estou trabalhando nesse projeto megalomaníaco e como todas as loucuras que já tirei do papel, acredito que essa será mais uma que fará parte da história da bicicleta em nossa cidade.

Pra finalizar um recadinho, sobraram algumas camisetas do DBM, camisetas normais e de ciclistas, as normais estou vendendo por 40 reais e as de ciclista por 60 e com frete incluso. Quem quiser comprar pode fazer isso na minha lojinha, conto com vocês para esvaziar essas caixas aqui em casa e partir logo para o próximo DBM.

André Pasqualini

Clique aqui para ver as fotos do pedal final do 3º DBM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.