7º DBM São Paulo – 04 de setembro de 2016 – Todas as respostas

destaque7DBM

Vem aí mais um Desafio Bicicletas ao Mar, no dia 04 de setembro de 2016, cerca de 300 ciclistas irão percorrer um trajeto com cerca de 94 kms, entre as cidades de São Paulo e Santos. A partir dessa edição o DBM também levará o nome da cidade, isso porque, um dos projetos do Brasil em Ciclos, é o DBM Brasil, onde pretendemos levar a fórmula do DBM para todas as capitais brasileiras. Aliás a primeira cidade fora de São Paulo a receber o DBM será justamente Curitiba, onde lá o Desafio será pedalar até Morretes pela famosa “Estrada da Graciosa”, provavelmente ao mesmo tempo que ocorre o DBM em São Paulo.

Atenção, as inscrições para o 7º DBM São Paulo se encerram impreterivelmente no dia 31 de maio.

Digo isso pois esse será o primeiro DBM que eu, o Bicicreteiro (também conhecido como Pasqua) não estarei pedalando com vocês (snif), será o primeiro DBM onde os participantes, formados por ciclistas iniciantes e ciclistas que já venceram o Desafio, irão se organizar para treinar e realizar o Desafio. Aliás aqueles que me conhecem sabem que desde o início sonhei com esse dia, quando o DBM não precisasse de uma pessoa pra acontecer e graças a vocês meu sonho se tornará realidade. Para os que estão chegando agora, vale a pena ler tanto o texto que explica o que vem a ser o Desafio Bicicletas ao Mar e principalmente sua História.

Dúvidas sobre o 7º DBM?

Escrevi esse post pra tentar tirar algumas dúvidas, principalmente daqueles que ouviram falar do DBM pela primeira vez, então vou dividir por tópicos.

O Trajeto do 7º DBM

O trajeto que percorreremos é esse do mapa abaixo, clique na imagem para acessar o link com o trajeto no mapa, assim você pode dar zoom e compreender tanto o trajeto como as dificuldades dele.

mapaDbm

O percurso com cerca de 94 quilômetros, tem como ponto de partida o Parque do Povo. A saída é as 7h00 da manhã, mas não haverá alguém no local para dar partida, a ideia é que as pessoas se organizem e partam por conta própria. Mas como é comum, geralmente se forma uma massa na concentração e todos seguem juntos. Do Parque do Povo os ciclistas acessam a Ciclovia da Marginal e seguem rumo ao sul. Uma opção, para os que forem de trem até o local, é descer na estação Santo Amaro, com isso os ciclistas evitam ter que descer algumas escadarias na ponte Cidade Jardim e João Dias, também serve para aqueles que perderam a hora e chegaram no Parque do Povo depois das 7h00.

Porque não sair direto da Estação Santo Amaro?

Porque esse transtorno das escadas é temporário, enquanto durar a interdição da Ciclovia da Marginal Pinheiros por causa das obras do Aerotrem Monotrilho. Quando a ciclovia voltar ao normal, vai ser bem mais fácil acessar a Ciclovia pelo Parque do Povo.

Mas no dia, se eu quiser fazer outro caminho até a Serra do Mar, poderei?

Claro, é até bom criarmos mais alternativas, no futuro vai ser legal termos ciclistas vindo de diferentes rotas, quanto mais ciclistas vindo de diferentes regiões, melhor para os ciclistas. Por isso usem os grupos e a página do evento do DBM para se organizarem, tanto para os treinos, como para o dia do Desafio.

Como desceremos a Serra do Mar?

Esse sempre foi o maior entrave do ciclista paulistano para chegar pedalando a praia. Eu particularmente luto pra tentar resolver esse problema a mais de uma década. Quando estava no CicloBR criei o evento da Rota Márcia Prado e seu trajeto, sempre buscando acessar a estrada de Manutenção da Imigrantes, única rota disponível que tínhamos.

Já na época, havia a possibilidade de descermos pela Estrada Velha de Santos, mas ela estava cedida a uma Ong que inviabilizava a possibilidade. No ano passado, no 6º DBM, finalmente conseguimos a autorização e realizamos o Desafio descendo por ela, como vocês podem ver no vídeo ao final da página. Já esse ano tivemos duas novas situações, primeiro a interdição completa da Estrada de Manutenção da Imigrantes devido a uns deslizamentos, o prazo para recuperação dessa estrada, passado pela Ecovias é de 1 ano no mínimo.

Em compensação, a gestão da estrada Caminho do Mar voltou para a Fundação Florestal e graças ao sucesso do último DBM, conseguimos uma nova autorização para o dia 04 de setembro. O único “porém”, é que a Fundação cobra uma taxa por pessoa (por volta de 30 reais) e exige a elaboração de um plano de contingência/emergência. Eu gostaria de fazer o DBM de graça, no futuro quero até mesmo correr atrás de um patrocínio, mas enquanto isso não rola temos que cobrar dos participantes. Pra reduzir os custos do DBM (que já oram de 260 reais por pessoa), resolvemos cobrar apenas o necessário pra pagar o Parque e custear o plano de contingência, assim chegamos a um valor de R$50,00 por pessoa. Ou seja, o pagamento se refere apenas a entrada no parque e não ao DBM como um todo.

Dentro do trajeto de 94 km, apenas 12 deles (entre os kms 66 e 74), o ciclista estará assistido em caso de emergências. Fora desse trajeto o ciclista estará por conta própria. Mas não vejam isso como algo ruim, primeiro porque você só estará sozinho se quiser, pois com certeza sempre haverá algum ciclista para te fazer companhia, sem deixar de falar no “Espírito do DBM”, um inconsciente coletivo (que os ex-desafiantes podem confirmar) onde o grupo sempre vem em primeiro lugar. Portanto se você tem dificuldades para convidar amigos próximos para fazer o DBM com você, fique tranquilo, com certeza você fará dezenas novas amizades durante os treinos (que falarei mais adiante).

foto01

Mas como é a volta pra São Paulo?

Outra pergunta muito comum, como cada um é responsável por sua locomoção (isso ocorreu em todos os DBMs), a maioria volta de ônibus rodoviário até a estação Jabaquara, tanto partindo de Santos, como até mesmo de Cubatão. Fiquem tranquilos pois essas empresas já estão acostumadas a receberem ciclistas, não criam caso com a quantidade de bicicletas e geralmente colocam quantas couberem no bagageiro. Próximo ao Desafio daremos dicas sobre como acomodar as bicicletas nos bagageiros. E chegando a São Paulo, o ciclista poderá usar o Metro para chegar ao seu destino.

Com jeit

Com jeit

Mas e os treinos? Não tenho muita experiência em pedalar, será que consigo?

Essa é a principal diferença do DBM pra qualquer tipo de pedal que existe por aí, a começar que nosso foco é o ciclista iniciante. O experiente é bem-vindo, mas impelido a pedalar para o grupo, ajudando os mais novos.

Aproximadamente um mês antes do Desafio damos início a uma série de treinos, sejam noturnos e dominicais. O ciclista que conseguir participar de 80% dos treinos, com certeza vencerá o Desafio, não importa seu condicionamento físico, dizemos isso com experiência dos DBMs anteriores. Até o final do mês de junho, divulgaremos um calendário com todos os treinos e todos os trajetos, inclusive com os tracks pra vocês baixarem em seus celulares. Então bastará as pessoas se organizarem em grupos, a partir das nossas redes, e partirem para os treinos.

Treinos Noturnos

Ocorrem todas terças e quintas, o primeiro será dia 02 de agosto. O ponto inicial é sempre o portão 4 do Parque do Ibirapuera (aquela entrada próximo a passarela do antigo Detran). Nossa sugestão é que os treinos comecem, no máximo, as 20h00, mas serão 200 ciclistas e é até melhor que saiam em grupos menores, de no máximo uns 20 ciclistas, isso porque muitos dos trajetos passam por ciclovias e um grupo grande pode ser um complicador. Portanto a sugestão é que o pessoal se organize para ter grupos saindo desde as 19h00 até as 21h00, muito possivelmente os grupos se encontrarão no caminho, já que todos farão o mesmo percurso.

treinoNoturno

Outra sugestão, para quem não puder pedalar as terças e quintas, é fazer o treino de terça na quarta e o de quinta na sexta. Vale a pena conversar entre os participantes pois com certeza haverão pessoas na mesma situação.

Dica importante, dê muita atenção aos treinos das duas primeiras semanas, tentem participar de todos, principalmente os menos condicionados. Isso porque os treinos tendem a ficarem mais difíceis com a proximidade do Desafio. Já aconteceu de inscritos aparecerem apenas na terceira semana, não aguentarem o ritmo e desistirem, por isso é muito bom fazer a avaliação para saber seu nível (falamos sobre isso mais adiante) e dar muita atenção aos treinos das duas primeiras semanas.

Treinos dominicais

Serão 4 treinos que duram o dia inteiro e simulam as dificuldades que vocês encontrarão no dia do Desafio. Da mesma forma que os treinos noturnos, os dominicais ficam mais complexos com a proximidade do Desafio, portanto é fundamental a participação nos treinos das duas primeiras semanas.

Os treinos dominicais te deixam preparados para encarar qualquer tipo de terreno.

Os treinos dominicais te deixam preparados para encarar qualquer tipo de terreno.

Nesses treinos os ciclistas farão integração com Metro, Trem e até mesmo com ônibus rodoviários, como irá ocorrer no dia do Desafio, além de servirem como grandes confraternizações é um ótimo momento para você fazer novos amigos e conhecer pessoas que pedalam num ritmo parecido com o seu, pois são eles que provavelmente farão companhia a você no dia do Desafio.

Que tal fazer uma avaliação pra saber se vencerei o Desafio?

Vá gravando isso, vencer o Desafio é 20% físico e 80% cabeça. Com o passar do tempo você vai concordar comigo, acredite. Mas é bom ter uma ideia de como está nosso condicionamento antes de começarem os treinos, por isso criamos uma avaliação simples e objetiva.

Para isso você precisa ir até a Avenida Sumaré, esquina com a Rua Lisboa, o local exato é esse aqui do mapa abaixo, se clicar na imagem você irá para a página com o trajeto.

mapaAvaliacao

No começo da subida existe até uma marca escrito “DBM Início”, esse é seu ponto de largada. Se não houver mais a marcação, comece na área em que a Ciclovia fica mais larga.

foto02

Olhe pra Ciclovia e veja se está vazia, então use o cronometro que há em praticamente todos os celulares, inicie a marcação e força na peruca. Pedale o mais rápido que puder até chegar no semáforo, então zere seu cronômetro. Com o tempo em mãos, veja qual nível você se encaixa.

Nível 1 – Até 1m05s: Você está muito bem e hoje conseguiria vencer o Desafio sem maiores dificuldades. Mesmo assim participe dos treinos para incentivar os ciclistas iniciantes, isso fará seu Desafio ainda mais prazeroso.

Nível 2 – De 1m06 a 1m20: Você também está bem condicionado, mas dá pra melhorar. Os treinos vão te fortalecer e fazer com que o Desafio se torne um prazeroso passeio, se participar de 50% deles já perceberá uma grande diferença.

Nível 3 – De 1m21 a 2m00: Você não está muito ruim, mas se não participar dos treinos terá muita dificuldade no dia do Desafio. Tente participar de pelo menos 65% dos treinos para subir de nível e com muita dedicação e participando de 90% dos treinos, você conseguirá chegar ao nível 1 até o final do Desafio.

Nível 4 – Acima de 2m00: Não se desespere, o Desafio foi criado para pessoas como você chegar à praia. Acredite em você e persevere, sua dedicação fará toda a diferença. Recomendamos que se organize para participar de 80% dos treinos que começam a partir de agosto (sendo 100% dos que ocorrem nas duas primeiras semanas), mas porque perder tempo se tem quase 4 meses até o Desafio?

Aproveite os domingões e pedale pela Ciclofaixa, pelo menos por uns 40 quilômetros num único dia. Não fuja das subidas, são elas que farão seu condicionamento melhorar. E acredite, já tivemos Desafiantes com tempo de 3m52 e ELES VENCERAM O DESAFIO! Também já ocorreram desistências e acredite, a maioria dos que desistiram estavam no nível 3, quase todos de nível 4 venceram o Desafio.

Assista esse vídeo abaixo, mostra não apenas o trajeto que você pedalará no dia 04 de setembro, como também um pouco dos treinos dominicais (os que muitos consideram até melhor que o Desafio em si). Com certeza esse vídeo fará você entender ainda melhor toda a dinâmica do DBM.

Se chegou até aqui e ainda tem dúvidas, use o campo de comentários do post, mas se já se sente seguro, clique no banner abaixo, faça sua inscrição e garanta sua vaga pro 7º Desafio Bicicletas ao Mar.

banner

André Pasqualini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.