O Projeto Brasil em Ciclos

logoBrciclos

Já estou na estrada, no momento estou em Curitiba trabalhando com os alunos da UFPR, preparando os sensores que vão me ajudar a fazer a análise das águas dos rios do Brasil e que irá medir a distância e velocidade com qual os veículos nos ultrapassam.

Na próxima etapa da cicloexpedicão, vou descer o Rio Iguaçu até sua foz, depois subir o Paraná até 3 Lagoas, subindo o Rio Tietê até a cidade de São Paulo. A previsão de retorno aos pedais é até o final de outubro de 16. Por enquanto acompanhe a viagem pelo blog e pelas redes sociais.

O Projeto Brasil em Ciclos consiste na maior Cicloexpedição já realizada pelo Brasil, com o objetivo de realizar diversos trabalhos e pesquisas. A previsão é que essa viagem seja realizada em 4 anos e percorridos aproximadamente 40 mil quilômetros, o equivalente a circunferência da Terra na linha do Equador.

O Projeto Brasil em Ciclos tem parceria com a Universidade Federal do Paraná, que ajudará os ciclistas na montagem da “Bicicleta Energética”, uma bicicleta que irá gerar a própria energia, e da criação de diversos sensores que coletarão dados para diversas pesquisas, algumas para a própria Universidade.

A viagem tem duas diretrizes principais, percorrer todos os biomas, em sua maior extensão e em todas as capitais.

Dentre as pesquisas, podemos destacar duas, um trabalho de análise da qualidade das águas da maioria dos rios brasileiros, e um trabalho de segurança e mobilidade urbana que irá aferir o comportamento dos motoristas brasileiros, ambas pesquisas estão mais detalhadas nas próximas páginas dessa apresentação.

A primeira ideia do Projeto Brasil em Ciclos surgiu em 2010, durante a cicloviagem batizada por Projeto Biomas, quando em 106 dias, André Pasqualini (criador do Bicicreteiro.org) percorreu quase 7 mil quilômetros, passando por quatro Biomas, Mata Atlântica, Cerrado, Pantanal e Amazônia. Aquela foi uma viagem foi bem atípica, vivendo vários dramas pessoais, ele não conseguiu se dedicar a viagem como gostaria e prometeu que um dia faria uma nova viagem, onde a prioridade seria conhecer realmente esse nosso Brasil e realizar um trabalho que pudesse ser útil a todos nós.

Em 2016 depois do projeto tomar corpo, André partiu de São Paulo com destino a Curitiba, onde está trabalhando na primeira versão dos sensores, para dar continuidade a expedição.

Através de um celular, haverá o registro de toda viagem. A cada deslocamento, sempre que possível e houver conexão com a internet, haverá um relato no blog do Bicicreteiro. E a cada sete dias haverá um vídeo, feito e editado pelo próprio celular, com um resumo da semana, publicado no canal do YouTube do Bicicreteiro.

O projeto será feito sem patrocinadores, apenas com recursos próprios, para colaborar, comprem produtos na Lojinha do Bicicreteiro, pois todo lucro obtido na loja será revertido ao Projeto Brasil em Ciclos.

Para entrar em contato com o projeto, envie um email para bicicreteiro@gmail.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *